11 de setembro de 2009

Celebração da Semana da Pátria em Praia Grande



Agora a postagem com os meus dizeres a respeito do assunto. Infelizmente a população, seja de moradores ou de veranistas, entende que Praia Grande é lugar para praticar anarquia e pior: sob os olhares complacentes das autoridades. É preciso urgentemente dar um basta nisso porque aqui não é casa da sogra!

24 comentários:

Sérgio disse...

Sei que isto não tem nada a ver com o semana da pátria, que é o título do post, mas acabei de ler que na China o ex-presidente foi condenado à morte por corrupção, desvio de dinheiro e sua esposa foi condenada à prisão perpétua por ter mentido para a Justiça.
Aqui, os caras desviam, sonegam, corrompem, mentem para a justiça e nada acontece.
Sei que lá e radicalismo demais, mas aqui é impunidade demais.
Entre os extremos, sou mais o de lá. Praia Grande já estaria bastante limpa.

Sérgio disse...

Encerrou-se a instrução do processo de compra de votos em Praia Grande.
O promotor de Justiça disse que o ex-vereador André Yamauti foi conduzido coercitivamente pois pois não havia atendido a intimação anterior. este, por sua vez, disse que isso não aconteceu (estranho, fico com a palavar do promotor).
Agora, porque motivo ele teria se recusado a comparecer anteriormente? será pressão política?
Ao que tudo indica a sentença deve sair logo e talvez tenhamos outra eleição.
Para uns, trata-se de uma chance a mais de retirar o poder das mãos daqueles que se apossaram dele. Outros, tentarão manter no poder aqueles que lá já estão, por interesses, normalmente, patrimoniais. Seja por estar alugando prédios, efetuando obras ou recebendo cargos públicos.
E talvez ainda tenham aqueles que vejam nessa nova eleição a chance de ganhar mais R$ 50,00, infelizmente.
Este é o nosso país, esta é a nossa cidade.
Que justiça seja feita.
Aliás, só para descontrair, uma piada:
O advogado do Prefeito liga para ele após a prolação da sentença que declarou válida as eleições e diz a ele: A justiça foi feita. Ao que o prefeito responde: Então recorra!
Nessa história toda, só lamento que pegaram apenas um de bode espiatório.
Vamos aguardar!

Maria disse...

Que se faça a justiça, afinal,o elitor deve ser respeitado.

As novas eleições poderão vir a confirmar o atual prefeito na prefeitura, mas os cofres públicos nunca serão ressarcidos desse prejuízo todo.
Nós sempre pagaremos a conta, se não as financeiras, também as morais. É imensurável o valor da desconfiança causada àqueles que acreditaram no sistema.
Seja quem for o eleito, vai sempre conviver com uma galera descrente de tudo e todos, que aliás, não é nehuma novidade - vide o cenário nacional atual.
Restará a nós acreditarmos que, seja quem estiver governando nossa cidade, o faça da melhor maneira e se possível, não por muito tempo.

Quanto ao tema:
Quando e era criança e frequentava o " grupo " , a professora nos fazia levantar fitinhas verdes e amarelas na fila antes de entrar à sala de aula, e nós alegres entravamos no clima de festa, sentindo o orgulho cívico.
As crianças hoje não tem esse sentimento,não só por culpa das escolas ( públicas e privadas ), mas por que nós , os pais, perdemos essa civilidade.

Sérgio disse...

INTERESSADA: CÂMARA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA BALNEÁRIA DE PRAIA
GRANDE

ASSUNTO: CONTAS ANUAIS DO EXERCÍCIO DE 2008

RESPONSÁVEL: ARNALDO ALBERTO AMARAL - PRESIDENTE (PERÍODO: 01/01
A 31/12/08)



À vista das falhas e/ou impropriedades apontadas no relatório de auditoria, elaborado pela 4ª Diretoria de Fiscalização - DF-4.2, e de acordo com o disposto no artigo 30, da Lei Complementar n.º 709/93, NOTIFICO o Sr. ARNALDO
ALBERTO AMARAL, ex-Presidente da Câmara Municipal da Estância Balneária de Praia Grande e responsável pelas contas do exercício de 2008, para que, no prazo de 30 (trinta) dias, tome conhecimento daquela peça, recolhendo as importâncias consideradas indevidas a qualquer título, se existentes, ou apresente as alegações que forem de seu interesse.

Autorizo, desde já, a retirada de cópia do relatório na Unidade de Auditoria competente.

Publique-se.

Transcorrido o prazo, manifestem-se a Assessoria Técnica e SDG, se configurada a hipótese regimental.



G.C., em 28 de julho de 2009



MARCOS RENATO BÖTTCHER
Substituto de Conselheiro

Sérgio disse...

Bom, após o famoso arrastão que ocorreu em Praia Grande, teve um Delegado de Polícia (não lembo qual) que disse que ia implantar o sistema de "tolerância zero" e que nem carro com som seria permitido aqui.
Quem quizesse fazer baderna que fosse para outra cidade etc etc.
Discurso para a mídia. Na prática, como diria Renato Russo: mudaram as estações; nada mudou!

Sérgio disse...

Alguém sabe me dizer se isto fere o princípio da moralidade na Praia Grande? Digo na Praia Grande pois em outro lugar isso seria imoral, mas aqui em Praia Grande tudo acontece.
O Secretário de Cultura e Turismo é o senhor Carlos Ananias Lobão. Ele tem imóvel alugado para a própria prefeitura.
A não ser que sejam pessoas distintas, tipo pai e filho, que mesmo assim não torna a coisa moral por isso.
Há, e o contrato tem sido renovado constantemente, como tantos outros.
Se alguém tiver alguma informação, tal como: é apenas coincidência de nomes, ou o contrato já foi extinto, favor postar,

PROCESSO: 11.318/2000 CONTRATO: 058/2000
FORNECEDOR: CARLOS LOBÃO
ESPECIALIDADE: CONTRATO DE LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL
MODALIDADE: INEXIGIBILIDADE
SECRETARIA: FUSFA
VALOR R$ 1.620,00 MENSAL
DATA DA CELEBRAÇÃO: 01.11/00
PRAZO: SERÁ DE 12 MESES .
OBS:LOCAÇÃO DO IMÓVEL DESTINADO A ABRIGAR O CONSELHO TUTELAR,INICIANDO-SE EM 01/11/2000 E FINDAR EM 01.11.2001.

Anônimo disse...

O que vou relatar, não tem nada haver com o assunto postado, como até a secretária de obras públicas lê este blog, quem sabe se o de obras particulares também não lê e resolva tomar medidas em relação a este comentário, sou profissional da área de construção civil (arquitetura e engenharia), e gostaria de saber o porquê da morosidade em relação aos processos que tramitam no setor de expediente de obras e aos demais vinculados a este, eu acho um absurdo um projeto demorar mais de oito meses para ser aprovado, tendo em vista que a taxa que o proprietário paga é razoavelmente alta e quando alguém resolve aprovar um projeto é lógico que o mesmo está com intenção de começar logo sua construção ou reforma. Saio todos os dias do Boqueirão até a prefeitura para acompanhar o andamento dos meus processos, quando mando informar, me decepciono, pois sempre estão parados sem a analise dos profissionais competentes, mas o que mais me impressiona é se tivermos uma corrida (R$; R$; R$) rapidinho o processo é analisado e despachado, acho errado pagar propina para que possamos retirar documentos em que a própria prefeitura cobrou para emiti-lo. Agora pergunto será que o Secretário de Obras não sabe o que está acontecendo, será que ele não acompanha o andamento dos processos para ver o rendimento e desempenho dos funcionários subordinados a ele, tenho saudades da prefeitura antiga onde hoje é a Fatec, sem recursos de informática e com menos funcionários retirávamos uma aprovação em trinta dias. Se a administração está com problemas no corpo técnico, o mais sensato seria cobrar as taxas apenas na ocasião da retirada dos documentos, pois assim não poderíamos reclamar do prazo pois ainda não tínhamos pago nada aos cofres públicos. Outra coisa que deveria mudar é em relação ao critério de analise de projetos, pois para alguns profissionais pode tudo para outros nada. Será que cabe uma denúncia ao Ministério Público. Será que o Senhor Prefeito sabe o que se passa em suas secretarias. Outro fator que também contribui para atrapalhar os profissionais estabelecidos nesta cidade, é que nó somos concorrentes de vários funcionários que nem profissionais da área são, então quanto mais canseira tomarmos, com menos créditos ficaremos perante os nossos clientes, acho que falta fiscalização por parte do CREA, pois vejo constantemente placas em obras de profissionais que trabalham na prefeitura e assinam projetos particulares, será que a prefeitura dá um horário livre para estes funcionários fazerem o acompanhamento das obras particulares de seus clientes??? È preciso mudar a postura dos dirigentes municipais, eu me lembro que quando algum profissional entrava para trabalhar na prefeitura, tinha que dar baixa de todas as suas obras. Espero que algum membro da atual administração leia este e resolvam tomar atitudes em relação ao que está acontecendo, pois é muito fácil de se comprovar, é só pegar alguns processos aleatoriamente e ver o tempo que o mesmo levará para ser despachado pelas vias normais. No inicio desta gestão, foi resolvido que uma certidão seria despachada em 15 dias úteis, só que quando dá a data ela não foi despachada.

Sérgio disse...

Anônimo,

Se não me engano, o próprio secretário de obras particulares é engenheiro, né?

Anônimo disse...

Apenas o secretário adjunto é engenheiro, o atual secretário de obras é administrador de empresa, ele deve enteder muito de obras!!!!!!! Esta é a atual administração que coloca um leigo para ser secretário de obras !!!!

Sérgio disse...

Das Proibições

ARTIGO 143 - É proibida ao servidor toda ação ou omissão capaz de comprometer a dignidade e o decoro da função pública, ferir a disciplina e a hierarquia, prejudicar a eficiência do serviço ou causar dano à Administração Pública, especialmente:

III – valer-se da sua qualidade de servidor para obter proveito pessoal;

Anônimo disse...

É só que no expediente de obras não faz prevalecer a Lei, pois a naioria dos funcionários antigos, pegam serviços de fora, prejudicando quem tem um escritório para manter, o que ´~ao sai barato se colocarmos no papel : Aluguel, IPTU, água, Luz, telefone, ISS, funcionário, etc...
Quem trabalha na prefeitura utiliza do espaço como escritório, mas o pior de tudo é que sempre tem um profissional (denominado calígrafo, pois só assina)que assina os projetos para eles, já fiquei sabemdo de um que assina projetos por R$50,00 , é um absurdo!!!!!!!

Sérgio disse...

Quanto vale o Show?
Este tópico é para refletir se o dinheiro público está sendo aplicado onde é necessário ou se a Administração Pública adota e tese do "pão e circo" para esconder os problemas da cidade:

Obs.: Note bem, esse dinheiro pago é seu, saiu dos seus impostos:

Show do Verão/2009

Grupo Capital Inicial - Samor Produções - R$ 120.290,00
Guilherme e Santiago - RT Bandeirantes - R$ 75.000,00
Banda Cheiro de Amor - RT Bandeirantes - R$ 45.000,00
Inimigos da HP - Samor Prduções - R$ 80.000,00
Alexanbdre Pires - Samor Produções - R$ 80.200,00


Total = R$ 400.490,00

Sérgio disse...

Show do verão é você/2008

Cesar Menotti & Fabiano - RT Bandeirantes - R$ 160.000,00
NXZero - Samor Produções - R$ 70.000,00
Capital Inicial - RT Bandeirantes - R$ 70.000,00
Exaltassamba - Samor Produções - R$ 50.000,00
Daniela Mercury - Samor Produções - R$ 370.000,00
Natiruts - RT Bandeirantes - R$ 40.000,00
Jeito Moleque - RT Bandeirantes - R$ 50.000,00

Total R$ 810.000,00

Sérgio disse...

Agora, duas coisas são estranhas:
1) Só existem 2 empresários artísticos neste país, ou foi coincidências apenas a Rádio e Televisão Bandeirantes e a Samor Produções serem as únicas contratadas?
2) Ou será que nesse balaio tem gato?
3) Como inflacionou o show do Capital Inicial. De R$ 70.000,00, em um ano, passou para R$ 120.290,00.
Com a palavra aqueles que defendem com unhas e dentes a Administração Pública....

Sérgio disse...

Vc foi convidado para esta festa?

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ARTÍSTICOS PARA APRESENTAÇÃO DO GRUPO MUSICAL BETCHÁRY EM 19/01/2009 DENTRO DAS COMEMORAÇÕES DO 42° ANIVERSÁRIO DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA E ADMINISTRATIVA DE PRAIA GRANDE
SÂMOR - PROMOÇÕES ARTÍSTICAS S/S LTDA
Valor R$ 75.024,00

Sérgio disse...

Agora:

Vamos aos tais aluguéis:

LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL - UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DO BAIRRO AVIAÇÃO
FORNECEDOR: ANTONIO LUIZ HOMEM DE MELLO
VALOR: R$ 4.575,00 POR MÊS
PRAZO: 30/01/2008 A 29/01/2013

LOCAÇÃO DE IMÓVEL, COM OBRIGAÇÃO DE FAZER, QUE CONSISTE NA CONSTRUÇÃO; EM IMÓVEL DO LOCADOR, SITO A RUA SAVEIRO FITIPALDI, AOS FUNDOS DO LOTEAMENTO VILA TUPIRY, NO BAIRRO QUIETUDE, PRAIA GRANDE/SP, MATRÍCULA Nº 53.857 NO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DE PRAIA GRANDE; DE PRÉDIO DESTINADO A IMPLANTAÇÃO DE UNIDADE DE EDUCAÇÃO INFANTIL.
FORNECEDOR: TERMAQ TERRAPLENAGEM CONSTRUÇÃO CIVIL E ESCAVAÇÕES LTDA.
VALOR: R$ 19.610,36 POR MÊS
PRAZO: 365 DIAS PARA CONSTRUÇÃO E 15 ANOS PARA LOCAÇÃO

LOCAÇÃO DE IMÓVEL, COM OBRIGAÇÃO DE FAZER, QUE CONSISTE NA CONSTRUÇÃO; EM IMÓVEL DO LOCADOR, SITO A RUA SEBASTIÃO DE CARVALHO JÚNIOR, AOS FUNDOS DO LOTEAMENTO VILA TUPIRY, NO BAIRRO QUIETUDE, PRAIA GRANDE/SP, MATRÍCULA Nº 53.857 NO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DE PRAIA GRANDE; DE PRÉDIO DESTINADO A IMPLANTAÇÃO DE UNIDADE DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL.
FORNECEDOR: TERMAQ TERRAPLENAGEM CONSTRUÇÃO CIVIL E ESCAVAÇÕES LTDA.
VALOR: R$ 20.659,80 POR MÊS
PRAZO: 365 DIAS PARA CONSTRUÇÃO E 15 ANOS PARA LOCAÇÃO

OBJETO: LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL - PALÁCIO DAS ARTES.
FORNECEDOR: CONSTRUTORA ESPON LTDA.
VALOR: R$ 50.191,04 P/ MÊS
PRAZO: 05 ANOS

LOCAÇÃO DE IMÓVEL NÃO RESIDENCIAL, COM OBRIGAÇÃO DE FAZER, CONSISTENTE EM: CONSTRUÇÃO, EM IMÓVEL DO LOCADOR, SITO À RUA FUMIO MIYAZI ESQUINA COM A AVENIDA SÃO PAULO, LOTES 14, 15 E 16, DA QUADRA 60, DO LOTEAMENTO DENOMINADO JARDIM GUILHERMINA, PRAIA GRANDE/SP, MATRÍCULAS Nº 33.110, 33.111 E 33.112 NO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DE PRAIA GRANDE, DE PRÉDIO DESTINADO A IMPLANTAÇÃO DE UNIDADE DE EDUCAÇÃO INFANTIL COM ÁREA CONSTRUÍDA DE 2.113,39 M² EM ÁREA DE TERRENO DE 1.575,90 M2, EM CONFORMIDADE COM A PLANTA DE LOCALIZAÇÃO NO BAIRRO JARDIM GUILHERMINA, CONFORME PROJETO APROVADO, TENDO COMO CODIFICAÇÃO OS NÚMEROS DE LANÇAMENTO: 1.02.07.060.014.0000-5; 1.02.07.060.015.0000-0 E 1.02.07.060.016.0000-4.
FORNECEDOR: ANTOMAR EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA.
VALOR: R$ 25.111,25 ALUGUEL MENSAL
PRAZO: 15 ANOS

LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL, DESTINADA A IMPLANTAÇÃO DA FABRICA DE ESPORTE.
FORNECEDOR: JORGE YOSHIMURA
VALOR: R$ 6.700,00
PRAZO: 05 ANOS

LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL - CARTÓRIO ELEITORAL
FORNECEDOR: CORASI MUNHOZ / ROBERTO BOSCO MUNHOZ
VALOR: R$ 2.691,00 POR MÊS
PRAZO: 12 MESES

LOCAÇÃO DE IMÓVEL, COM OBRIGAÇÃO DE FAZER, QUE CONSISTE NA CONSTRUÇÃO, EM IMÓVEL DO LOCADOR, SITO A AVENIDA JULIO PRESTES DE ALBUQUERQUE E AVENIDA DR. GUILHERME PENTEADO CAMPOS, LOTES N°S 04, 05, 06 E 07 DA QUADRA N° 30 E LOTES N°S 04, 05, 06, 07 E 08 DA QUADRA N° 40 NO LOTEAMENTO BALNEÁRIO MIRIM, DE PRÉDIO DESTINADO À IMPLANTAÇÃO DE UNIDADE DE EDUCAÇÃO INFANTIL.
FORNECEDOR: TERMAQ TERRAPLENAGEM CONSTRUÇÃO CIVIL E ESCAVAÇÕES LTDA.
VALOR: R$ 13.085,78
PRAZO: 15 ANOS

LOCAÇÃO DE IMÓVEL, COM OBRIGAÇÃO DE FAZER, CONSISTENTE EM: CONSTRUÇÃO, EM IMÓVEL DO LOCADOR, SITO À AVENIDA Z, ENTRE A RUA 25 E RUA 26, VILA MIRIM - PRAIA GRANDE/SP, MATRÍCULA N°. 71.266 DO CARTÓRIO DE REGISTRO DE IMÓVEIS DE PRAIA GRANDE, CADASTRADO NA MUNICIPALIDADE COMO ÁREA 15-38B DO SÍTIO EMBOASSÚ, DE PRÉDIO DESTINADO À IMPLANTAÇÃO DA CASA DO IDOSO COM ÁREA CONSTRUÍDA DE 1.506,74 M2 EM ÁREA DE TERRENO DE 2.000,23 M2, EM CONFORMIDADE COM A PLANTA DE LOCALIZAÇÃO NO BAIRRO VILA MIRIM, CONFORME PROJETO APROVADO, TENDO COMO CODIFICAÇÃO O NÚMERO DE LANÇAMENTO 1.06.30.382.000.0000
FORNECEDOR: PRINCESA CONSTRUÇÕES LTDA. ME
VALOR: R$ 19.069,49 MENSAIS (LOCAÇÃO)
PRAZO: PRAZO PARA CONCLUSÃO DA OBRA 365 DIAS E LOCAÇÃO POR 15 ANOS

Sérgio disse...

LOCAÇÃO DE IMÓVEL, SITO A RUA GUANABARA 226, BAIRRO BOQUEIRÃO - PRAIA GRANDE/SP, COM O CÓDIGO DE LANÇAMENTO N° 2.01.25.021.026.0000-6, DESTINADO A INSTALAÇÃO DA AGÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO DE PRAIA GRANDE
FORNECEDOR: ANTONIO JOAQUIM EXPÓSITO REZA E MANUELA REY AGUIRRE
VALOR: R$ 1.500,00 (MENSAL)
PRAZO: 24 MESES

LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL DE IMÓVEL SITO A AVENIDA DO TRABALHADOR 1717, QUADRA 17, LOTE 01, PARTE DO BAIRRO SÍTIO DO CAMPO, JARDIM GUARAMAR EM PRAIA GRANDE/SP, DESTINADO A IMPLANTAÇÃO DA UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA, NA REGIÃO DO JARDIM GLÓRIA.
FORNECEDOR: ALEXANDRE DE CARVALHO JORGE
VALOR: R$ 4.790,00 POR MÊS
PRAZO: 60 MESES

LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL DE IMÓVEL SITO A AVENIDA PRESIDENTE KENNEDY ESQUINA COM A RUA JOSÉ BORGES NETO, ÁREA 8/27 B, SÍTIO EMBUASSÚ EM PRAIA GRANDE/SP, DESTINADO A INSTALAÇÃO DA SECRETARIA DE SAÚDE PÚBLICA.
FORNECEDOR: A. D. AGUIAR LOCAÇÕES LTDA.
VALOR: R$ 38.900,00 POR MÊS
PRAZO: 60 MESES

LOCAÇÃO NÃO RESIDENCIAL DE IMÓVEL SITO A AVENIDA MINISTRO MARCOS FREIRE 5326, VILA TUPI - PRAIA GRANDE/SP, DESTINADO A INSTALAÇÃO DA ESCOLA ESTADUAL MAGALI ALONSO E DA SECRETARIA DE JUVENTUDE ESPORTE E LAZER.
FORNECEDOR: SOBIRA EMPREENDIMENOS IMOBILIÁRIOS LTDA.
VALOR: R$ 37.300,00 POR MÊS
PRAZO: 05 ANOS

Sérgio disse...

Bom, se seu nome consta na lista como fornecedor: Parábens, vc fez um excelente negócio. Alugou seu imóvel para uma excelente pagadora.
Se não consta, tudo bem. Aqui vai seu prêmio de consolação:

R$ 2.930.204,64 por ano.
Mas calma, não se aflija. Esse valor é apenas das locações realizadas nos anos de 2008 e 2009.
Se somar as locações anteriores, a conta deve estar entre 5 e 10 milhões, creio eu.

Só com o Palácio das Artes, o município gasta R$ 602.292,48 por ano. Fora os mais de 6 milhões que foram gastos em um prédio que não é próprio municipal.

Cada um, de nós pagamos quase R$ 15,00 por mês em locação de prédios (dos contrataos celebrados entre 2008 e 2009).
Talvez dê R$ 50,00 reais se contar todos os contratos, mas esse valor não é por casa, mas sim por pessoa.

Thiago disse...

Parcece piada, ja não bastam os problemas que nós temos na cidade, como falta de manutenção de bens públicos, cãmara de vereadores de fantoches, entre outros, ainda vemos agora o nome da cidade anunciado no 1º lugar no ranking de roubos e assaltos. O jornal Estadão ja tratou de dar primeira página no site para pichar um pouco mais a cidade.
Dias depois vem a Secretaria de Segurança Pública e "corrige" os dados. Correção simples, ja que a cidade caiu da 1ª para para a 55ª posição, queda pequena não é??
O mesmo jornal, é claro, só divulgou uma notinha que nem de rodapé pode ser chamada, e a prefeitura, é claro, não vai nem se incomodar em pedir algum tipo de direito de resposta.
Infelizmente com Praia Grande tudo é assim: é considerada a mais favelizada da baixada, sem ser, é considerada a mais violenta da baixada, sem ser, é considerada a praia mais poluida da baixada, sem ser também. A culpa é da imprensa interiorana da região e da prefeitura, que nem capacidade para zelar pelo nome da cidade tem.
Ja temos problemas suficientes, não precisamos de "erros" como esses para nos prejudicar ainda mais. Aliás, nem "A Tribuna" que se diz tão amiga da região, foi capaz de dar algum tipo de resposta a esse fato, devem achar algo simples, erro básico, como a maioria dos idiotas de plantão deve encarar o ocorrido.

Thiago

Sérgio disse...

Deem só uma olhada nos contratos de locações de veículos firmados em 2006 com a empresa Carrier Veículos Ltda:

Contr. Valor Prazo
052/06 314.442,00 36 MESES
053/06 226.152,00 36 MESES
054/06 404.460,00 36 MESES
055/06 287.604,00 36 MESES
056/06 815.346,00 36 MESES
057/06 667.116,00 36 MESES
058/06 451.224,00 36 MESES
059/06 43.740,00 36 MESES
060/06 353.268,00 36 MESES
061/06 116.856,00 36 MESES
062/06 182.520,00 36 MESES
063/06 123.336,00 36 MESES

Esses valores devem ser mensais, já que não está especificado.
Assim, gasta-se por mês a quantia de R$ 3.986.064,00, ou seja, o equivalente a 160 veículos "mil".
No ano, gasta-se R$ 47.832.768,00
Nos três anos de contrato gastou-se R$ 143.498.304,00 (equivalente a 4.780 veiculos no valor de R$ 30.000,00 cada).

Ah, claro, os contratos já foram prorrogados por mais 12 meses, em vez de se fazer nova licitação.
Eita negócio lucrativo.
Acho que nem importa muito se a PG é a 1ª cidade em violência ou a 55ª, pois o que se discute é o número de crimes por habitantes fixos ou pela população flutuante.

Anônimo disse...

Aliás, a respeito desses índices, uma coisa me intriga.
A Secretaria de Segurança Pública divulgou os dados de crimes por habitantes.
Assim, como Praia Grande tem (aproximadamente) 150 mil habitantes, o índice foi o mais alto das cidades de São Paulo.
Depois, viu-se que para corrigir tal distorção deveriam levar em conta também a população flutuante.
Ai, pegaram esse número (que acredito seja de 1 milhão de habitantes) e a Praia Grande ficou em 55º.
Agora, minhas dúvidas:
Mas essa população flutuante está na cidade nos 30 dias no mês? Claro que não, apenas nos finais de semana.
E quando vc acrescenta quase um milhão de pessoas nesta cidade para se chegar a um indíce, esse mesmo número é retirado da população das demais cidades?
Bom se vem para Praia Grande gente de cidades como São Paulo e interior e essa população é contada aqui, não pode ser contada lá.
Assim, infelizmente para nós, se não estamos em primeiro na criminalidade, estamos bem perto se fizessem essas correções.

Franz Josef Hildinger disse...

Essas estatísticas é para inglês ver. Quem mora aqui sabe o quão violenta é esta cidade - basta entrar no site da Câmara e assistir uma das dezenas de sessões gravadas para perceberem que os bandidos não poupam nem os políticos daqui. O vereador Dinho recentemente teve o seu carro roubado. Está na hora de jogar a máscara fora e mostrar a verdadeira cara de Praia Grande e assim parar de enganar as pessoas que vem para cá achando que irão descansar. Aliás, roubar é uma praxe do governo local. A Prefeitura nos rouba o direito de andar por ruas e calçadas decentes. Praia Grande vive num caos generalizado de governança e salve-se quem puder.

Sérgio disse...

Franz,


Vc viu que a prefeitura gastou o equivalente a 5.000 véculos zero quilometros só em locações nos ultimos tres anos? E vc sabe que a empreswa locadora é a mesma que forneceu carros para as campanhas do Roberto Francisco e do Cássio Navarro?
Ah, franz, estou montando uma planilha de todos os imóveis alugados pela Prefeitura, desde o ano de 2000.
Vou postar os valores já gastos desde que se iniciou essa vergonha.
Você teria interesse em um planilha em excel para criar um post sobre isso?

Franz Josef Hildinger disse...

Tudo que for útil para preservar o patrimônio público eu terei interesse em publicar aqui. Conte comigo.