30 de junho de 2011

Praia Grande está em suas mãos


É importante que não desistamos. Não moramos em Campos do Jordão, nem em Portugal, nós moramos em Praia Grande. A cidade tem muitos recursos mas é preciso de conhecimento para administrar a verba toda em prol da população. Um portal ou leitos hospitalares? Um viaduto ou segurança pública ampliada, bem remunerada e bem aparelhada? Uma passarela que liga nada a lugar nenhum ou investimento na assistência social? Precisamos incrementar os serviços públicos investindo pesadamente não só em salário mas em infraestrutura. Podemos ser de primeiro mundo se tomarmos decisões de primeiro mundo. Praia Grande está em suas mãos.

É importante que não desistamos. Não moramos em Campos do Jordão, nem em Portugal, nós moramos em Praia Grande. A cidade tem muitos recursos mas é preciso de conhecimento para administrar a verba toda em prol da população. Um portal ou leitos hospitalares? Um viaduto ou segurança pública ampliada, bem remunerada e bem aparelhada? Uma passarela que liga nada a lugar nenhum ou investimento na assistência social? Precisamos incrementar os serviços públicos investindo pesadamente não só em salário mas em infraestrutura. Podemos ser de primeiro mundo se tomarmos decisões de primeiro mundo. Praia Grande está em suas mãos.

23 de junho de 2011

O Shopping também tem que colaborar



Não é possível que se dê as costas para o meio-ambiente. A conscientização ecológica não é para só ser dita mas tem ser praticada em todos nossos atos. Há muitos eufemismos como ECO-VIAS, ECO-PRAIAS, ECO-PÁTIO. O prefixo ECO foi banalizado no Brasil e usado como se o serviço prestado fosse sinônimo de não poluir o meio-ambiente mas basta ver os milhões de quilos de poluição que os automóveis e caminhões liberaram no ar quando passa pela ECOVIAS. O Shopping tem que ter o seu papel também. Cada bicicleta representa um carro a menos, significa mais economia aos cofres públicos, menos poluição e mais saúde para quem anda de bicicleta. VAMOS BOICOTAR O SHOPPING GENTE!

22 de junho de 2011

Há outras alternativas para resolver o problema do trânsito



Continuando o nosso trabalho onde será gasto 42 milhões de reais em Praia Grande, mostro mais uma alternativa para somar com outras mais. Neste caso, podemos observar o tempo do semáforo que para o shopping é muito em relação ao pouco fluxo de carros que transitam no lugar. Eu estou convencido que não é necessário gastar toda aquela soma de dinheiro. Basta usar a cabeça.

21 de junho de 2011

NÃO QUEREMOS UM MINHOCÃO EM PRAIA GRANDE!


Indo contra a tendência no mundo de exaltar a natureza, o prefeito de Praia Grande opta pelo concreto e pela poluição visual. Entendo que é possível usar da inteligência para minimizar os problemas causados pelo shopping. Aliás, cheguei a conclusão que este empreendimento tem mais haver com um atendimento ao particular (ao shopping) do que uma necessidade da população.

16 de junho de 2011

Ratolândia Multiuso

video

Para quem vem acompanhando a história de um terminal turístico no Caiçara e acreditou, tem o dever de não votar mais quem estava lá atrás e vendeu muitas ideias para eleger, reeleger e ainda hoje alguns ainda povoam o governo, senão eleitos, como comissionados (quem viu o jogo de futebol semana passada sabe). Até ossos de baleia foram achados no local, parece que a desova foi feita pelo próprio poder público. Agora, o espaço é um aterro de entulho. Nesse vídeo há carros com o brasão do governo do Estado de São Paulo lá. O que estavam fazendo lá eu não sei.

14 de junho de 2011

O lema deveria ser CONSERVAÇÃO e MANUTENÇÃO

video

Se o dinheiro saísse do bolso deles, tenho CERTEZA que esses absurdos jamais aconteceriam, mas como é do povo, vejam o vídeo...

Bem público tem dono, é o povo. Ao meu ver, esse vídeo é antológico pois resume tudo que já mostrei aqui nessa coleção extensa de vídeos, fotos e textos.

Vejam como uma ideia nasce equivocada pois como alguém pode colocar uma lixeira de metal, de ferro, ao lado do mar? Só se a intenção é que a mesma se desfaça mesmo para comprar outra.

Conservação. O que é conservação? Segundo o Michaelis: con.ser.var v. 1. Tr. dir. Manter no mesmo estado ou lugar. 2. Tr. dir. Fazer durar, impedir que acabe ou se deteriore. 3. Pron. Durar, manter-se. 4. Pron. Continuar com boa disposição física, não perder a beleza nem as forças (grifo nosso). Existe conservação em nossa cidade?

Manutenção. O que é manutenção? Segundo o Michaelis: ma.nu.ten.ção s. f. 1. Ato ou efeito de manter (-se). 2. Sustento. 3. Dispêndio com a conservação de uma coisa. 4. Conjunto de revisões e operações normais na conservação de um veículo em uso (grifo nosso). Existe manutenção em nossa cidade?

Conservação e Manutenção é o que deveria estar na ordem de todo dia de um prefeito sério e comprometido com a seu povo.

Construímos, compramos, e não conservamos e quando quebra, não fazemos a manutenção. Expressa Sul é uma das dezenas ou centenas de exemplos de uma regra em nossa cidade. Havia até uma placa em sua inauguração dizendo que fora construída com o dinheiro do povo de Praia Grande... mas vejam que fora mal projetada vide os acessos, ponte que tiveram que ser feitos, e também o todo-santo-dia de buracos, da sujeira, de uma obra incompatível com a segurança pois ao meu ver para onde se socorre o motorista se seu carro quebra?

Pensem bem, pensem muito bem antes de votar. Nós temos dinheiro o que falta é outra coisa que quem lê este blog sabe muito bem o que é.

11 de junho de 2011

Poder Público? Rá rá rá

video

Lamentável andar por um minuto na Avenida Ditador Castelo Branco em Praia Grande. Por onde quer que se passe, encontraremos afronta à lei. E os infratores estão rindo da autoridade do prefeito, dos vereadores, dos secretários, enfim, da população. Neste vídeo mostro também um problema que está prestes a ocorrer: o roubo de uma tampa de ferro. Se NINGUÉM fizer nada, vão roubar. Vamos ver se há inércia mesmo neste governo, descaso, preguiça política, ou se vão resolver o problema e poupar o custo de uma tampa nova economizando dinheiro do contribuinte.

9 de junho de 2011

Obras Desnecessárias

EDITORIAL

"AQUI JAZ O AUMENTO DE IPTU DE 40% E UM SONHO PARA QUE A RECEITA ORIUNDA DESTE IMPOSTO FOSSE REVERTIDA EM BENEFÍCIO DA SOCIEDADE PRAIAGRANDENSE".

Conforme reportagem do jornal A Tribuna em 08/06/2011, a via de acesso à Praia Grande pela Imigrantes ganhará um novo portal. O velho dará lugar a um novo. Haverá também uma passarela e viaduto. Custo: cerca de R$ 42 milhões de reais.

Penso que devemos primeiro resolver os problemas dos seres humanos que vivem em Praia Grande. De que adianta viaduto numa cidade sem segurança, sem cultura, sem perspectiva para aqueles que estão ingressando o mercado de trabalho, sem transporte coletivo rápido e limpo, sem enchentes, sem dengue, sem conservação do patrimônio público, sem leitos hospitalares, sem urbanizar muitos bairros onde todo sabem que se trata vulnerabilidade social, etc.?

Praia Grande é uma cidade de veranista e não turística. Não temos ponto turístico, temos empreiteiras querendo vender ao máximo imóveis para faturar e uma prefeitura que não pensa nas consequência de uma super-população e que só está de olho no IPTU.

O prefeito é aquele que está mais perto do povo, tem que zelar pelas necessidades básicas deste povo. Quando falta segurança, o prefeito (ou prefeita) não pode ficar na janela da prefeitura vendo o povo morrendo pelas mãos dos criminosos e dizer que é problema do estado ou da união, tem que chamar para si a responsabilidade. A ideia inicial da guarda municipal era fantástica, havia muita gente boa lá pelo que me contam, mas como tudo em Praia Grande, muito oba-oba, factoide para sair na imprensa, esqueceu-se, não se investiu, não se compensou, não progrediu, está hoje aí estagnada. Deveríamos abrir mão dessas obras e investir no servidor concursado, com salário digno, capacitação, condições de trabalho, aparelhamento, não só para guarda, mas para todos. São os humanos e não as câmeras e nem as pontes que prendem, que tratam o enfermo, que ensina a o estudante, que limpam as ruas. Chega de viadutos, chega de gente sem concurso, chega dessas OS Organizações Sociais que tiram nosso dinheiro. O dinheiro é do povo para ser usado para o bem do povo.

Desde que Praia Grande se emancipou, e depois com a entrada do Mourão nos anos 90, a ideia era construir para atrair turistas e as necessidades da população foram sempre colocadas em nenhum plano. Quando chegará a vez do povo que mora e vota em Praia Grande? Os turistas, por exemplo, não votam aqui mas é como se votassem pois seus interesses sempre estão na frente do eleitor de Praia Grande. Nós precisamos eleger gente que tenha uma só cara, que trabalhe exclusivamente para o interesse do eleitor.