9 de junho de 2011

Obras Desnecessárias

EDITORIAL

"AQUI JAZ O AUMENTO DE IPTU DE 40% E UM SONHO PARA QUE A RECEITA ORIUNDA DESTE IMPOSTO FOSSE REVERTIDA EM BENEFÍCIO DA SOCIEDADE PRAIAGRANDENSE".

Conforme reportagem do jornal A Tribuna em 08/06/2011, a via de acesso à Praia Grande pela Imigrantes ganhará um novo portal. O velho dará lugar a um novo. Haverá também uma passarela e viaduto. Custo: cerca de R$ 42 milhões de reais.

Penso que devemos primeiro resolver os problemas dos seres humanos que vivem em Praia Grande. De que adianta viaduto numa cidade sem segurança, sem cultura, sem perspectiva para aqueles que estão ingressando o mercado de trabalho, sem transporte coletivo rápido e limpo, sem enchentes, sem dengue, sem conservação do patrimônio público, sem leitos hospitalares, sem urbanizar muitos bairros onde todo sabem que se trata vulnerabilidade social, etc.?

Praia Grande é uma cidade de veranista e não turística. Não temos ponto turístico, temos empreiteiras querendo vender ao máximo imóveis para faturar e uma prefeitura que não pensa nas consequência de uma super-população e que só está de olho no IPTU.

O prefeito é aquele que está mais perto do povo, tem que zelar pelas necessidades básicas deste povo. Quando falta segurança, o prefeito (ou prefeita) não pode ficar na janela da prefeitura vendo o povo morrendo pelas mãos dos criminosos e dizer que é problema do estado ou da união, tem que chamar para si a responsabilidade. A ideia inicial da guarda municipal era fantástica, havia muita gente boa lá pelo que me contam, mas como tudo em Praia Grande, muito oba-oba, factoide para sair na imprensa, esqueceu-se, não se investiu, não se compensou, não progrediu, está hoje aí estagnada. Deveríamos abrir mão dessas obras e investir no servidor concursado, com salário digno, capacitação, condições de trabalho, aparelhamento, não só para guarda, mas para todos. São os humanos e não as câmeras e nem as pontes que prendem, que tratam o enfermo, que ensina a o estudante, que limpam as ruas. Chega de viadutos, chega de gente sem concurso, chega dessas OS Organizações Sociais que tiram nosso dinheiro. O dinheiro é do povo para ser usado para o bem do povo.

Desde que Praia Grande se emancipou, e depois com a entrada do Mourão nos anos 90, a ideia era construir para atrair turistas e as necessidades da população foram sempre colocadas em nenhum plano. Quando chegará a vez do povo que mora e vota em Praia Grande? Os turistas, por exemplo, não votam aqui mas é como se votassem pois seus interesses sempre estão na frente do eleitor de Praia Grande. Nós precisamos eleger gente que tenha uma só cara, que trabalhe exclusivamente para o interesse do eleitor.

13 comentários:

Anônimo disse...

Franz: A Tribuna noticia que começou a demolição do Portal da Cidade e a Gazeta diz que deverão ser demolidos todos os quiosques da orla da praia. Afinal essas construções não foram feitas com o dinheiro arrecadados dos iptu contribuintes? Isso é uma vergonha ! abçs

Anônimo disse...

Acompanhamento Processual e PUSH
Pesquisa | Login no Push | Criar Usuário Obs.: Este serviço é de caráter meramente informativo, não produzindo, portanto, efeito legal.

PROCESSO: AI Nº 286893 - Agravo de Instrumento UF: SP JUDICIÁRIA
Nº ÚNICO: 286893.2010.600.0000
MUNICÍPIO: PRAIA GRANDE - SP N.° Origem: 4247024
PROTOCOLO: 304952010 - 13/09/2010 16:52
AGRAVANTE: PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO (PMDB) - MUNICIPAL
ADVOGADA: JANAINA BALLARIS
ADVOGADO: WALTER JOSÉ FAIAD DE MOURA
ADVOGADO: GABRIEL PORTELLA FAGUNDES NETO
ADVOGADO: ALEXANDRE GONÇALVES RAMOS
ADVOGADO: VALDEMAR FLORENTINO DOS SANTOS
AGRAVADOS: ROBERTO FRANCISCO DOS SANTOS
AGRAVADOS: ARNALDO ALBERTO AMARAL
ADVOGADO: LÁZARO PAULO ESCANHOELA JÚNIOR
ADVOGADO: RICARDO FRANCISCO ESCANHOELA
ADVOGADO: ALEXANDRE ANTONIO ESCANHOELA
ADVOGADO: FERNANDO LUIZ SARTORI FILHO
ADVOGADO: RODRIGO GOMES MONTEIRO
ADVOGADO: LUIZ ADOLFO BRILLINGER WALTER
ADVOGADO: RICARDO COLASUONNO MANSO
ADVOGADO: CESAR AUGUSTO PRESTES NOGUEIRA MORAES
ADVOGADA: ADRIANA SILVEIRA MORAES
ADVOGADO: FILIPE RODRIGUES CARVALHO
ADVOGADO: LUIZ FERNANDO SCAPOL
ADVOGADO: LUIZ PINHEIRO DE CAMARGO NETO
ADVOGADA: LUCIANA CRISTINA ESCANHOELA PROPHETA
ADVOGADO: ARNALDO MALHEIROS
ADVOGADO: RICARDO PENTEADO DE FREITAS BORGES
ADVOGADO: MARCELO CERTAIN TOLEDO
ADVOGADO: FRANCISCO OCTAVIO DE ALMEIDA PRADO FILHO
ADVOGADO: AMILCAR LUIZ TOBIAS RIBEIRO
ADVOGADO: EDUARDO MIGUEL DA SILVA CARVALHO
ADVOGADO: GUILHERME PAIVA CORRÊA DA SILVA
ADVOGADO: RODRIGO CARVALHO GIAVONI
RELATOR(A): MINISTRO GILSON LAGARO DIPP
ASSUNTO: AÇÃO DE IMPUGNAÇÃO DE MANDATO ELETIVO - ABUSO - DE PODER ECONÔMICO - DE PODER POLÍTICO / AUTORIDADE - USO INDEVIDO DE MEIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL - CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO - PREFEITO - VICE-PREFEITO
LOCALIZAÇÃO: GAB-GD-GABINETE DO MINISTRO GILSON DIPP
FASE ATUAL: 16/05/2011 15:07-Recebido


Andamento Distribuição Despachos Decisão Petições Todos

Andamentos
Seção Data e Hora Andamento
GAB-GD 16/05/2011 15:07 Recebido
CPADI 16/05/2011 11:12 Enviado para GAB-GD. Conclusos ao Relator .
SEDESC 1 11/05/2011 15:54 Redistribuição por término do biênio do Relator. MINISTRO GILSON DIPP. Art. 16 § 7º do RITSE
CPADI 10/05/2011 11:42 Recebido
GAB-HC 10/05/2011 10:49 Enviado para CPADI. Para redistribuir .
GAB-HC 06/05/2011 18:17 Recebido
CPRO 02/05/2011 16:12 Enviado para GAB-HC. Conclusos ao Relator .
CPRO 02/05/2011 16:11 Juntada do documento nº 42.235/2010 Petição, pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) - Municipal.
CPRO 02/05/2011 16:09 Recebido com parecer
CPRO 02/05/2011 15:14 Recebido
PGE 02/05/2011 13:17 Enviado para CPRO. Com parecer
PGE 16/09/2010 14:33 Recebido
GAB-SJD 16/09/2010 13:57 Enviado para PGE. Vista à PGE
GAB-SJD 16/09/2010 13:56 Recebido
CPADI 15/09/2010 20:04 Enviado para GAB-SJD. Para vista à PGE
CPADI 15/09/2010 18:20 Montagem concluída
CPADI 15/09/2010 14:43 Enviado para Montagem
CPADI 15/09/2010 08:32 Liberação da distribuição. Distribuição por prevenção (art. 260, CE) Municipal em 14/09/2010 MINISTRO HAMILTON CARVALHIDO
CPADI 14/09/2010 14:14 Autuado - AI nº 2868-93.2010.6.00.0000
CPADI 14/09/2010 14:00 Recebido
SEPRO 13/09/2010 19:00 Encaminhado para CPADI
SEPRO 13/09/2010 18:58 Documento registrado
SEPRO 13/09/2010 16:52 Protocolado
Distribuição/Redistribuição
Data Tipo Relator Justificativa
11/05/2011 Redistribuição por término do biênio do Relator GILSON DIPP
14/09/2010 Distribuição por prevenção (art. 260, CE) Municipal HAMILTON CARVALHIDO Art. 16 § 7º do RITSE
Despacho
Despacho em 01/02/2011 - Protocolo 42.235/2010 Ministro HAMILTON CARVALHIDO
Junte-se, oportunamente.

Brasília, 1º de fevereiro de 2011.

Anônimo disse...

Bom, quanto ao portal já disse: aposto 10 contra 1 que a Termaq vai ser a responsável pela obra. Duvidam? Nem precisa "licitar".
Enquanto isso o MP está mais ´preocupado com a retirada da bandeira que fica em cima do Monte Serrta em Santos do que com a retirada de nossa grana.

Anônimo disse...

Apenas reproduzindo meu comentário que fiz no post anterior:

A prefeitura já anunciou que irá fazer viadutos na entrada da cidade e irá destruir o portal para a construção de um novo.
Claro que essa obra é importante para a cidade.
mas algumas perguntas devem ser respondidas:
A obra é para beneficiar os moradores, os turistas, ou ao Shopping mesmo?
O Shopping, como principal beneficiário, irá contribuir com alguma coisa?
Existe contribuição de mlehoria para isso para cobrar do shopping?
Porque a prefeitura já começou a demolir o portal? isso não tem que ser feito pela empresa que irá construir o novo portal?
Se é uma obra que envolverá milhões, porque o MP não fiscaliza o processo de licitação, já que estará em jogo de 60 a 100 milhões?
Quem duvida que a Termaq será a empresa vencedora do certame?

Anônimo disse...

Porque será que nos EUA um Honda Civic custa 25 mil ao passo que aqui custa 60 mil ou mais?
Porque será que lá um bombeiro ganha em torno de 6 mil reais e aqui entre 1 e 2 mil reais?
Porque será que lá o deputado renuncia se descobrirem que ele traiu a esposa e aqui o prefeito trata de negócios dentro de uma casa de prostituição e nada acontece?
Aqui, uma obra que custaria 20 milhões sae por 30 porque tem a comissão. Ai, alguém mais resolve ganhar dinheiro e faz um aditamento e a obra passa a custar 40 milhões.
Só que mais alguém resolve ganhar e nessa obra de 20 milhões o responsável pela fiscalização permite que se use uma quantidade menor de material que deveria ser empregado e sem padrões de qualidade.
Ai, da obra que custou aos cofres públicos 40 milhões na verdade usou-se apenas 15 milhões em prol da sociedade. O restante é dividido entre os políticos, empreiteros, responsáveis pela fiscalização etc etc.
Por isso que nossa educação tá péssima, nosso transporte público é de qualidade duvidosa, nossos hospitais são, várias vezes, chamados de açougue, os funcionários públicos são mal remunerados e, por conseguinte, o atendimento é péssimo.
Ou o povo começa a invadir casa de prefeito e de vereador e pega todo mundo de "pau" ou isto aqui não vai muda nunca.

Anônimo disse...

Por falar nisso, gastar quase dois milhões só de coxinha e asa de frango? Se somar com o arroz, feijão, legumes etc, o custo da merenda deve ser de uns 24 milhões por ano.
Dava para comprar caviar para os estudantes. mas pelo jeito, o caviar sobra para outras pessoas.

Anônimo disse...

IRONIC MODE ON

VAI QUE É TUA TERMAQ!!!
Não vai deixar pra TERRACOM do Duino, né?


IRONIC MODE OFF

marcus_lisboa@yahoo.com.br disse...

A obra é necessaria no ponto de vista metropolitano, creio que devemos pensar num todo, e não somente no buraco que esta na rua de nossas casa, será que o governo tem que investir toda a grana em saúde? Mas e o resto?

Franz Josef Hildinger disse...

Investir num viaduto de 42 milhões não é pensar "num todo" e restringir essa verba numa única coisa. Pensar num todo é pensar em educação, segurança, cultura, lazer, CONSERVAÇÃO, MANUTENÇÃO, como tapar buracos também. Como uma cidade pode ir para frente se não faz o mínimo?

osvaldo trezzi disse...

A obra se faz nescessaria,so que saude mauito mais,porque ao inves de investir em tantas usafas,porque nao centralizar e construir um hospital com alas ja com as usafas ja que se faz nescessarias,sera que tantas usafas resolve,nao tem medicos para tantas e muito menos salarios diginos para eles,eles sao importantes o que adianta tantas construçoes se nao se pensa em medicos,paredes sozinhas nao curam e nem previnem,pesse nisso.

Anônimo disse...

Acompanhemos as próximas doações para a campanha de prefeito. Quanto será que o Assai, o Extra, O Peralta, o Makro, entre outros irão doar, por causa desses viadutos?
Ou será que será tudo p.f.?

Anônimo disse...

Por falar em doações...
Diz a lei que não pode ser superior a 10% do salário da pessoa física, estou equivocada?
Se olharmos as doações na última eleição, encontraremos muitas, mas muitas mesmo beeeeem superiores ao que as pessoas devem ganhar . Oficialmente sabe-se qual é o salário de um secretário e a maioria deles declarou bem mais do que recebem de honorários. Cade a fiscalização?

marcus disse...

Vocês tem muitos achismo e são contra a administração, tudo que vier para melhorar a cidade é otimo. Mas gostei do comentario do user que falou da contribuição de melhorias a ser cobrada do shopping nisso assino embaixo, não só dele como de todas as empresas que margeiam a via