26 de abril de 2011

Desleixo é isso!

video

Se um dia seu filho lhe perguntar o que é desleixo, mostre esse vídeo para ele. Exemplo claro de um governo que não se preocupa com os gastos públicos. Não está aí para o munícipe que deixa de consumir e de dar qualidade à sua família para pagar o IPTU monstruoso aprovado pelos nossos vereadores e sancionado pelo Prefeito.

25 de abril de 2011

EDITORIAL

Praia Grande. Falta imaginação aos nossos governantes quando a questão é a anticoncepção. Falta orientação, falta divulgação, falta a acessibilidade, falta tudo. Esse governo que torra nossa receita com obras deveria, em minha opinião, investir fortemente nas principais questões sociais. Muitos cartazes em escolas, nos pontos de ônibus, bancos, supermercados, enfim onde os munícipes mais estão.

Quando é eleição, aparecem cavaletes para todo lado, caminhões de som, outdoors e por aí vai. Quando é uma questão que é do interesse público, o que se vê de informação é pífio e o resultado de nossa incompetência está estampada no Brasil todo com direito a sair no Fantástico da Globo que deve ir para o mundo todo. O que se quer não é muito, apenas informação, sem propaganda política. Chega de politicagem, vamos trabalhar de verdade.

A culpa é nossa também. Há vereadores que estão mais de 20 anos e absolutamente nada fazendo e como nada fez e nunca fará para transformar a vida dos munícipes e turistas que têm imóveis aqui e pagam impostos escorchantes para manter a mais pura incompetência administrativa, uma aberração ao que se chama de civilização.

Não podemos esquecer também do partido que está a frente da Prefeitura e que já morreu de velho estrangulado pela ingerência de um homem só e que se acha alguma coisa e que na realidade é um fracasso quando o assunto é atender as REAIS necessidades da população e não da sua casta de empresários.

Não tenhamos medo de mudar.

18 de abril de 2011

Praia Grande às Escuras

video

Eu não disse que era mentira essa história de que era preciso aumentar o IPTU para melhorar a qualidade dos serviços? Está aí a prova. Mas hoje tem inauguração de ponte. Isso não é importante para mim e nem para você, mas para 2012 é. Até quando haverá incautos para aplaudir e votar nessa gente? Aliás, pensem, analisem as pessoas que conseguem falar bem deste governo. Não se deixe convencer por palavras ou promessas. Cada um de nós que colocamos os pés para fora de nossas casas podemos tirar nossas conclusões e não permita que ninguém faça a sua cabeça.

JORNAL A TRIBUNA, 18/05/2011

PAINEL DO LEITOR

ILUMINAÇÃO EM PG

Até quando seremos obrigados a conviver com o apagão da manutenção dos bens públicos em Praia Grande? Há muitos pontos sem iluminação por falta de substituição de lâmpadas - isso numa cidade que dizem voltada ao turismo. Em 16/10/2006, através da Lei Complementar 465, foi instituída a Contribuição para o Custeio de Iluminação Pública, a taxa de iluminação camuflada de contribuição. Desde então em nossas contas existe essa cobrança. Segundo dados colhidos por mim no próprio site da Prefeitura, Praia Grande arrecadou R$ 7.418.813,31 em 2010 e para este ano de 2011 está prevista, no orçamento, a arrecadação de R$ 13.337.295,00 por conta dessa contribuição. Não é coincidência que haja tantos desastres em nossas ruas e tanta criminalidade. Falta iluminação; dinheiro tem, só falta compromisso para com o munícipe.
Franz Josef Hildinger ­ Praia Grande

14 de abril de 2011

Quase 700 milhões para gastar

video

Essa gente que foi eleita, consegue no máximo fazer isso que a gente vive nosso dia-a-dia. Palavra, propagandas, na imprensa também, isso não muda a nossa vida em nada pois os buracos, o lixo, a falta de fiscalização, os baixos salários, aluguéis, tudo está lá escancarado para quem tem olhos para ver e mente para analisar. Onde está a imprensa local que não relata esse tipo de coisa?

13 de abril de 2011

Existiu trem em Praia Grande

video

Para que vê o "busão" do Nenê Constantino dominando tudo e a todos, houve um tempo em nossa história em que trem passava por Praia Grande. Uma memória que os donos do poder querem apagar de nossas mentes, mas os resquícios desta história ainda estão em nossa cidade. Fica aí o vídeo até por curiosidade ou trabalho escolar. Vamos torcer para que o VLT ou o trem mesmo volte para a nossa região,

12 de abril de 2011

Cratera continua com problemas

video

Essa é a famigerada Cratera do Caiçara. Qual a novidade? Através de uma denúncia, fui apurar o que estava havendo no local. Há 3 semanas atrás eu encontrei o valor da obra arrancado. No dia seguinte, a estava placa caída como vocês podem ver. Ontem, passei no local, e a placa estava caída, mas foi virada com os pregos, agora, para baixo. Peço ao pessoa que pega ônibus e passa no local, que continue chamando a atenção para aquela pouca vergonha. Aquela placa tem que estar de pé informando a população (Princípio Constitucional da Publicidade). Foi o dinheiro público que pagou aquilo tudo. Temos o direito de saber!

11 de abril de 2011

Incubadora de Buracos

video

Empreendedorismo? Exemplo do Poder Público? Se queremos viver numa cidade de primeiro mundo, precisamos acabar com a cultura terceiromundista dos factoides, da hipocrisia, de subestimar a capacidade do cidadão tratando-o como um trouxa. Vejam o vídeo e tirem suas conclusões.

8 de abril de 2011

Campanha Política na Alemanha

video

Uma curiosidade para vocês. Quando estive na Alemanha mês passado, havia campanhas eleitorais e eu fui em dois comícios. Vejam como é lá.

7 de abril de 2011

Bem que poderia ser uma praça de verdade

video

É uma pena. Se fosse numa cidade onde houvesse uma administração preocupada com a qualidade de vida de sua população, esse terreno público seria uma bela praça. Pior é que existe um cidadão que se autodenomina fulano do Caiçara e, esse bairro está tão abandonado quanto os outros. Por isso que é uma falácia votar num candidato que se diz representante de determinado bairro, pois em Praia Grande vemos que a prática é outra.

4 de abril de 2011

Uma verdade incoveniente

video

Seria hipocrisia a prefeitura que não faz a sua lição de casa cobrar de proprietários de terrenos baldios que façam a limpeza e muro? Vejam este vídeo e tirem suas conclusões.

1 de abril de 2011

Não vão resolver. Duvido.

video

Leia abaixo a publicação do site da Prefeitura - PG Notícias.

Notícia do dia 31/3/2011
Por Monica Silva Batista, MTB: 23.995

Prefeitura intensifica fiscalização de terrenos
Lei obriga proprietários a realizar limpeza periódica, construir muro e calçada

A Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente de Praia Grande notificará, a partir do dia 1º de abril, proprietários de 2.500 terrenos para que providenciem muro, calçada e limpeza, conforme determina a Lei Complementar 245/99. Os lotes estão localizados do Bairro Canto do Forte ao Solemar. Após o prazo estabelecido na notificação, a equipe da Seção de Posturas retornará aos locais para verificar se as irregularidades foram resolvidas. O trabalho deverá ser concluído em julho. No ano passado, foram emitidas 2.701 notificações, sendo que 2.051 foram atendidas. Os fiscais lavraram 650 autos de infração.

A secretária de Urbanismo e Meio Ambiente, Raquel Chini, informou que a multa pela falta de passeio público, calçada danificada ou construída fora do padrão, é de R$ 1.205,00. O valor é o mesmo para terrenos sujos. Caso não construa o muro, a multa é de R$ 72,30 o metro linear da testada do terreno. “Proprietários têm a obrigação de manter os terrenos limpos. A vizinhança também precisa colaborar, não transformando estas áreas em depósito de lixo e entulho. Muro e calçada também são obrigatórios em vias com guia e sarjeta, mesmo que não esteja pavimentada”, ressalta a secretária Raquel Chini.

Após receber o auto de infração, o dono do imóvel terá 10 dias para apresentar defesa no guichê do setor de Expediente de Obras, que fica no piso terreno do Paço Municipal (Avenida Presidente Kennedy, 9.000, Bairro Mirim). O auto só será cancelado se o fiscal confirmar a execução do serviço.

Limpeza de terrenos – A limpeza de terrenos situados em áreas urbanizadas compreende a capinação e remoção de lixo, entulho e resíduos prejudiciais à saúde da população. As árvores localizadas no terreno devem ser preservadas e podadas periodicamente, ficando proibido o corte ou remoção, sem prévia autorização de órgão ambiental. A Lei Municipal 245/99 determina aos proprietários a adoção de medidas para garantir o escoamento de águas pluviais, prevenção de erosões e impedir que detritos sejam levados para logradouros públicos ou áreas particulares.

Calçadas – A construção de passeios também deve seguir especificações técnicas definidas na Lei Complementar 245/99. A calçada é obrigatória em vias pavimentadas ou não, desde que possuam guias e sarjetas. Não pode ter degraus e a declividade mínima é de 2% e a máxima de 8%. Os revestimentos (ladrilho hidráulico padrão copacabana, mosaico português, concreto estampado, miracema ou piso cerâmico) permitidos em passeios públicos variam conforme a categoria da via (arterial, coletora principal ou secundária, local ou de interesse turístico) e o zoneamento urbano.

Muros – A altura mínima do muro, no alinhamento com o logradouro público, é de 1,50m e a máxima de 2,20m. É necessário manter acesso com largura mínima de 0,80m para limpeza do terreno.

A edificação deverá ser feita com blocos de concreto, cerâmico, tijolos de barro ou placas de concreto pré-moldado, revestido, no mínimo, com chapisco nas duas faces.