30 de junho de 2008

O Haiti é Aqui

Se existe o inferno, a foto acima mostra como acessá-lo. Apresento a rua dos Timbiras na Vila Tupi que faz esquina com o caminho do apocalipse, ou seja, a avenida Presidente Kennedy. Tudo que você leitor pode esperar de um país de terceiro mundo, de uma cidade abandonada, você vai encontrar nessa rua. Isso é o que o nosso empreendedor consegue fazer.

video

O vídeo acima é para você tentar se situar. Essa rua é uma rua importante de acesso à Expresso Sul. O pior da história é que também a Timbiras está sendo uma rota alternativa de desvio pois a SABESP está fazendo obras no trecho do Compre Bem e não está dando para trafegar pela Kennedy.

video

Acima vocês vão perceber um caminhão parado. No Código Nacional de Trânsito diz que não se pode parar a 5 metros de uma esquina. Nessa rua pode fazer o que quiser. Caminhões pesadíssimos param onde querem e ninguém faz nada. Vejam as tampas que estão acima do nível da rua dando a impressão de que a tampa está se elevando, mas na verdade é a rua que está afundando.
Cruzamento do Infortúnio

Com a rua Sertanista Francisco Meirelles, depois do calvário das tampas levantadas, vamos encontrar o cruzamento do infortúnio. Na verdade, essas ruas estão condenadas. A rua está afundando, esses sextavados estão se separando e afundando. No próximo vídeo dá para ter uma idéia do que está acontecendo.

video

Isso aqui que vocês estão vendo poderia ser a Bósnia, o Iraque ou o Haiti, mas é a cidade que eu e você escolhemos para morar, Praia Grande. Se eu quisesse ficar falando bem do atual prefeito eu não faria esse blog mas sim colocaria um link lá para o site da Prefeitura. Lá sim só tem notícias boas e esses problemas que mostro aqui vocês não encontrariam lá. Pensem muito bem em quem vocês vão votar. Serve para você um sambódromo? um cartódromo? uma peixaria em forma de barco? uma maquete de aeroporto? ou uma zona fabril que nem no mapa está? Digo por você: CLARO QUE NÃO! O que o povo quer é o mínimo que se pode esperar de um prefeito e dos vereadores. Pelo que pude ver é que falta ciência e preparo para construir. Do jeito que se faz ruas e avenidas, que se faz canalisação de água e esgoto, percebe-se que falta tecnologia. Como alguém pode fazer uma rua que afunda? Um asfalto que esfarela? Aliás, nem dá para falar que o esfarelamento é por causa dos carros pois lá na ciclovia, onde só passam bicicletas, também o asfalto esfarela. Só pode ser a baixa qualidade do mesmo, e o pior que sempre se gasta dinheiro público para asfaltar de novo e para tapar buracos! Não vamos deixar a SABESP de lado também. Eu nunca vi, por exemplo, a SABESP quebrar uma rua e depois deixar tudo do jeito que encontrou. Se alguém souber ou tiver relato, favor escrever para mim. Eu não sei como essa gente se sente ao ver seus colegas do exterior fazendo muito mais que eles e por muito menos. Lembro quando morei na Inglaterra que o asfalto não precisava esburacar para a prefeitura passar uma máquina para rapar a crosta de cima e depois asfaltar novamente. Eu achava um absurdo aquilo mas agora sei que aquilo significava respeito ao cidadão e ao contribuinte. Aqui falta vergonha na cara.

23 de junho de 2008

Vídeo do Problema na Vila Caiçara

video

Eu não consigo me conformar com o que está acontecendo a Vila Caiçara. Onde está o direito à dignidade que todo brasileiro deveria ter conforme prega a Constituição? A partir do momento que nossos representantes, eleitos por nós, nada fazem no sentido de resolver um problema que está prejudicando uma sociedade, a resposta é o Ministério Público!

Sexta-feira, dia 20, fui novamente à Av. Nossa Senhora de Fátima para acompanhar o problema e vi que nada, absolutamente nada foi feito. E pior, o esgoto naquele local também está entupido, vejam as fotos abaixo:


Esse esgoto aberto, mal-cheiroso, que pode matar uma criança se cair nele, está na esquina da Av. Nossa Senhora de Fátima com a Av. Castelo Branco. Assim que começar a transbordar, vai parar na galeria de águas pluviais e também vai se misturar com a água do bueiro entupido e vai se espalhar por toda Castelo Branco. É com esse fedório que vamos receber os turistas e depois dizemos que temos políticos empreendedores aqui...

Abaixo vocês podem ver o vídeo do mesmo bueiro (sob um outro ângulo) que está entupido e a causa dessa água toda (rebaixamento do lençol freático nessa mesma rua por uma construtora).

video

Até quantos meses terei que virar a folha aqui do calendário até que esse problema pare? Até quando motoristas, pedestres, ciclistas, moradores, turistas terão que passar por esse local sem se deparar com essa desgraça toda? Enquanto isso, as convenções dos partidos vão escolhendo seus candidatos e resolvendo seus problemas políticos, o povo vai tentando conviver com essa barbaridade e sem esperança de ver a coisa resolvida.

POVO PRAIAGRANDENSE!

Não se iluda com festas, com comícios, com todas essas propagandas que podem ser vistas pelas centenas de cartazes colados nos muros em Praia Grande. Não venda seu voto. Pense na sua família e em seus filhos. Olhe para a sua cidade, olhe para o seu dia-a-dia e analise muito bem em quem você vai votar. Coloque na balança se todas essas inaugurações servem para você ou se servem para dar visibilidade para quem está no poder usando a Praia Grande como um trampolim para suas ambições. Não se iluda com os factóides da administração. O Aeroporto não existe, a Zona de Processamento de Exportação não existe, os mais de cem mil empregos que o prefeito disse que a ZPE vai criar, não existem, o Parque da Mônica não existe, a Av. Presidente Kennedy vai ser reparada com dinheiro do Estado e não com o da prefeitura, e mais, as verbas do BNDES estão congeladas! O que existe é uma cidade caótica, com sérios problemas de gerenciamento que vocês estão vendo aqui no Blog. Sem contar com as fortes acusações de supostas fraudes - vide BNDES e o escândalo dos assessores na Câmara de Praia Grande. Vamos mudar! Não vote em quem já esteve no poder e teve a sua chance de trabalhar por nós e nada vez. Não vote em quem desgraça essa cidade. Não vote em parasitas do sistema que só sabem aumentar impostos e batizar as ruas com outros nomes, inclusive de suas mães. Para fora com essa gente!

19 de junho de 2008

Aeroporto? ZPE? Vamos fazer primeiro o dever de casa.

Sabem o que tem dentro desses saquinhos? Merda! No dia 16/01/2008 reclamei aqui no Blog (e previ) que isso iria acontecer. Cliquem na data para ir à notícia direto. Essa é a praça Eduardo Dias Coelho onde dezenas de pessoas levam seus cães para que façam lá suas necessidades básicas. Enquanto existia nessa praça latas de lixo, tudo bem, o povo educadamente jogava o lixo no lugar certo. De repente a Prefeitura retira essas latas de lixo e então o inferno começa a acontecer. O povo respeita até ao ponto que é respeitado, a partir do momento em que o povo não é respeitado por parte do poder público, no Brasil, o povo devolve na mesma moeda esse desrespeito e foi o que aconteceu. Esses saquinhos com merda estão por toda parte naquela praça onde não há lata de lixo, e quando chove, os saquinhos (com merda) vão direto para a galeria de águas pluviais que leva a praia e contamina a praia com o famoso bicho geográfico. Sem falar que muita gente não está mais pegando as fezes de seus cães e estão largando no local. Faz-se necessário recolocar todas as latas de lixo naquela praça porque o pior já aconteceu e nada vai mudar se nada for feito. Vamos lembrar às autoridades que elas estão para nos servir e não se servirem de nós. Portanto, prefeito, ao trabalho!

Numa cidade de um país de primeiro mundo, Bristol, Inglaterra, a prefeitura está multando quem larga a merda de seus cães nas vias públicas. A quem tiver interesse, clique na notícia abaixo para ir ao site daquela prefeitura. A multa é de mil libras que está por volta de quatro mil reais.

£1,000 fine for irresponsible dog owner

17 de junho de 2008

Educação vem da escola


Fica difícil cobrar respeito por parte da Prefeitura quando o cidadão não se respeita. Fico pensando o que um indivíduo tem na cabeça para ficar atirando tênis nos fios da rede elétrica... Será que existe na cultura não domesticada o culto ao que é feio? Quantos brasileiros "fogem" ou gostariam de fugir para um país de primeiro mundo porque as condições de vida nesses países são melhores? Se nós conseguíssemos nos comportar como seres dotados de razão, nossas cidades seriam lugares melhores para se viver e daí para uma cidade de primeiro mundo seria um passo. A história de ter nascido em berço esplêndido deveria ser eliminado pois causa uma falsa tentação de imaginar que educação vem da família. Vem sim, mas a escola é que faz o cidadão. Quando vemos alunos destruindo escolas, roubando-as, praticando violência contra professores, é algo para refletir qual caminho a educação brasileira quer seguir.

13 de junho de 2008

Um Dia Como Qualquer Outro



No último domingo, andando pela Castelo Branco, encontrei mais uma casa em ruínas. Provavelmente onde morava essa família haverá um prédio com dezenas de famílias consumindo água, energia elétrica, soltando esgoto, lixo, e certamente todas possuirão carros que ocuparão espaços em nossas ruas e avenidas. Deveríamos culpar essas famílias? Óbvio que não. Mas o poder público tem muita culpa sim porque só está interessado na receita dos impostos, do IPTU principalmente. O que se percebe é que a prefeitura vem arrecadando cada vez mais, principalmente por conta desses novos proprietários de imóveis, mas não vem devolvendo esses impostos na forma de produtos e serviços que venham a minimizar o mal-estar que existe em Praia Grande. Não canso de repetir e de registrar aqui a falta de manutenção da coisa pública e a falta de infra-estrutura. Ao longo do tempo venho mostrando neste Blog que pouco se faz porque nada comove o governo municipal. A prova disso está tudo aqui registrado. O maior exemplo é o caos na Vila Caiçara onde uma construtora está fazendo o rebaixamento do lençol freático e jogando a água no bueiro e ao longo da galeria de águas pluviais encontramos pontos de entupimento fazendo com que a água seja jogada na rua se espalhando por todo lado. Isso já vai fazer um mês e nada foi feito.

Voltando a obra de arte acima, também se percebe que a população não está preparada para viver sob a ordem. A incapacidade do povo de perceber que viver em sociedade é respeitar o que é de todos parece muito distante. Talvez pela sua miséria intelectual ou pobreza material, ou a soma de tudo, faz com que boa parte dos habitantes de Praia Grande não evolua. Percebo também que muitas pessoas se desanimam por ver tantas irregularidades na administração pública e o mau exemplo impede que o brasileiro sustente a ética, a honra, o orgulho de ser honesto. O cidadão que deveria ser a maior riqueza da nação é desprezado e o que deveria ser investido nele é surrupiado ou de forma incompetente gasta.

10 de junho de 2008

Exemplo que a Prefeitura não dá

Obra da Prefeitura de Praia Grande na Cidade Ocian. Não existe qualquer tipo de sinalização. Não foi previsto uma passagem para o pedestre que tem que se virar caminhando junto com os ciclistas pela ciclovia ou andando junto com os carros pela rua - com grande chance de sofrer um acidente. Nas cidades onde impera a ordem, existe na lei municipal de obras, de postura ou muitas vezes na própria lei orgânica instruções como se deve proceder numa obra como por exemplo deixar um espaço para o pedestre poder andar. Eu acredito que exista algo semelhante em Praia Grande, mas cumprir que é bom, nada. Fica então o mau exemplo de como não deve ser feito. E esse mau exemplo vem da própria autoridade.


O bom exemplo

Abaixo você pode ver obras das SABESP no Caiçara. Repare que há sinalização em todos os lugares possíveis. A obra é no calçadão e foi deixado uma passagem para o pedestre chegar ao seu destino com segurança.

9 de junho de 2008

Reurbanização da Av. Presidente Kennedy

Lendo A Tribuna desta última sexta-feira, dia 06/06, percebi que o governo do Estado de São Paulo vai liberar R$ 6.936.013,05 para fazer a reurbananização da Kennedy. Neste mesmo dia escrevi uma mensagem para ser publicada na Coluna do Leitor da A Tribuna que transcrevo abaixo:

Liberação de Verbas à Praia Grande

A Tribuna desta sexta-feira, dia 06, li que Praia Grande receberá quase sete milhões de reais para reurbanizar a Kennedy. Eu gostaria de sugerir ao prefeito Mourão que fosse colocado no site da prefeitura uma página específica sobre a execução desse repasse: termo de convênio do repasse, movimentação da conta bancária onde está sendo depositado as parcelas dos repasses, edital de licitação, ato de adjudicação, pagamento dos fornecedores, cópia da prestação de contas, fotografias do andamento das obras, e que se abra uma opção para a população fazer comentário enquanto a obra está sendo executada. Particularmente eu gostaria de saber da qualidade do material a ser usado porque seria importante que durasse por muitos anos. Eu gostaria de sugerir que fosse dado a chance de representantes dos moradores, não ligados à Administração e nem aos políticos da cidade, acompanharem a obra e eu gostaria de participar.

Sábado, novamente lendo A Tribuna, deparei-me com o edital de concorrência pública. Fui procurar no site da prefeitura o edital e não encontrei, então transcrevo abaixo o da A Tribuna:

Prefeitura da Estância Balneária de Praia Grande
Estado de São Paulo
CONCORRÊNCIA PÚBLICA Nº 017/08

OBJETO: "REURBANIZAÇÃO DA AVENIDA PRESIDENTE KENNEDY, NOS BAIRROS BOQUEIRÃO, GUILHERMINA, AVIAÇÃO, TUPI, OCIAN E MIRIM, MEDIANTE A EXECUÇÃO DAS SEGUINTES OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA, ENTRE OUTRAS: EXECUÇÃO DE CBUQ, BINDER, RECAPEAMENTO ASFÁLTICO ESTRUTURADO COM MANTA GEOTEXTIL, BASE DE BRITA GRADUADA, GUIAS E SARJETAS EXTRUSADAS EM CONCRETO, DRENAGEM EM TUBOS DE CONCRETO, ILUMINAÇÃO PÚBLICA, REBAIXAMENTO DE LENÇOL FREÁTICO, REMANEJAMENTO DE REDE DE ÁGUA E DE ESGOTO" Tipo: menor preço Regime de execução: empreitada por preços unitários Processo Administrativo: 10.328/2008 Data e horário da licitação: 11/07/2008 às 10:00 hs. Legislação: Lei Federal n.º 8.666/93, suas alterações e normas complementares, inclusive o disposto na Lei nº 9.648/98, Lei Federal nº 4.320/64, Lei Complementar Federal nº 101/00, Lei Federal nº 10.028/ 00, Lei Federal nº 11.079/04, Lei Complementar Federal nº 123 de 14/12/06, Lei Complementar Municipal nº 378/03, Lei Complementar Municipal nº 401/04, e demais legislações pertinentes a matéria. O Edital completo poderá ser consultado na Secretaria de Obras Públicas ­ SEOP ­ Coordenadoria Administrativa e de Controle de Obras e Serviços de Engenharia, sito à Avenida Presidente Kennedy, nº 9.000 ­ mirim/praia grande, Cep 11.704-900, palácio são francisco de assis, telefone (0xx13) ­ 34962148 ­ fax (0xx13) 3496-2136, e-mail: seop2@praiagrande.sp.gov.br , podendo ser adquiridos mediante pagamento de R$ 50,00 (cinquenta reais) para o caderno de licitação fornecido na forma digitalizada em cd, à partir do dia 09/06/2008 no horário das 13:30 às 15:00 hs e nos demais dias úteis das 10:00 às 12:00 e das 13:30 às 15:00 hs.

Praia Grande, 05 de Junho de 2008.
Luiz Fernando Lopes
Secretário de Obras Públicas


Eu destaquei em vermelho o que me chamou a atenção. Minha dúvida: isso é o melhor que existe para que o asfalto não esfarele e não ondule? Vamos ver quem vai ganhar a concorrência e espero que haja total transparência nessa questão. Espero também que a empreiteira que vencer realize a obra e não contrate outra para fazer a obra (subcontratação).

Eu gostaria muito de conhecer gente do ramo para podermos melhor chamar a atenção da sociedade quando se perceber algo errado. Eu sou especialista em finanças públicas, e gostaria de conhecer engenheiros, arquitetos, advogados, professores, médicos, etc. - não se percam pelo gênero pois incluo também profissionais do sexo feminino... Há tantos profissionais aposentados aqui na Praia Grande e bem que poderiam emprestar o seu conhecimento para que esse grande condomínio chamado Estância Balneária de Praia Grande seja um lugar racional de se viver.

4 de junho de 2008

Tudo como dantes no quartel de Abrantes

Enfrentar a prefeitura e uma construtora é uma tarefa hercúlea em Praia Grande. Dia 17/05/2008 fiz um relato do que estava acontecendo na Vila Caiçara e até dia 02/06/2008 a coisa estava do mesmo jeito ou pior. Quando os interesses econômicos estão em jogo, dane-se a população e o seu voto. Respeitar o código de obras que é bom, não fazem. Desentupir o bueiro que está causando essa vergonha, não fazem. E ainda dizem que Praia Grande mudou para melhor... Só diz isso quem aqui não vive o dia-a-dia desse inferno!

3 de junho de 2008

Enfim a Justiça

No Editorial do dia 30/03/2008 falei sobre a pobreza de espírito do critério de desempate do concurso promovido pela prefeitura de Praia Grande. Hoje o jornal A Tribuna trás a notícia de que a Justiça se fez valer nesse ato inconstitucional e determinou, ao meu ver, de forma mais justa, anular o critério de desempate e manteve o resultado daqueles que passaram sem esse critério idiota.

Quero aqui manifestar meu total apoio aos funcionários concursados que têm o compromisso com a lei. Numa prefeitura em que há muitos cargos de confiança, sem concurso, preenchidos por parentes e amigos de políticos, só podemos esperar o pior para a sociedade.

O servidor público é também o patrimônio da sociedade e temos que lutar contra o nepotismo e contra os cargos de confiança. Esse é um outro ponto que temos que apoiar a promotora Mônica Magarinos Torralbo Gimenzes que denunciou o critério de desempate desse concurso e denunciou também do problema do nepotismo na prefeitura e na câmara.