28 de dezembro de 2009

2010 Será Diferente?

video

Tirando os chavões das festas de final de ano, eu não espero muito para a nossa cidade em 2010 haja vista o naipe de políticos que temos em nossa cidade. A Justiça Eleitoral também não anda colaborando com o anseio dos praiagrandenses que querem ver as eleições de 2008 sendo passadas a limpo. Prefeito e três vereadores governando através de liminares. Nada se resolve e a impunidade acaba servindo de exemplo para a juventude que vem aí. Por outro lado eu penso que para a nossa felicidade só depende de nós mesmos, e se formos generosos, podemos também levar a felicidade para outras pessoas. Espero que através do meu exemplo outras pessoas mais se interessem pela cidade onde moram e procurem acompanhar a política local, principalmente, porque está mais próxima da gente e é onde a gente vive. Acompanhar as sessões da câmara, saber que é cada vereador, ver o que fazem, reclamar, denunciar, é esse o papel do cidadão. Recomendo a todos que façam o curso de Controle Social do Tribunal de Contas da União. Este curso dá uma noção de direito, de administração pública, a quem e como denunciar. O curso é de graça e é feito pela Internet.

Abaixo segue a imagem que prometi no vídeo. A primeira imagem de um carro sendo multado que eu consegui fazer. Quem sabe seja o início da Ordem aqui em Praia Grande...


27 de dezembro de 2009

Boas Festas


É assim que se comemora o Natal no Brasil, ou seja o dia em que nasceu Jesus Cristo Um povo cristão? Dê minha parte, não compreendo onde está a religiosidade de um povo que emporcalha por onde quer que passa pois para mim não combina religião e sujeira. Partindo desta realidade podemos perceber o porquê do Brasil ser assim. Somos um povo festivo, alegre, mas que tem ainda um longo caminho a percorrer porque não basta ter dinheiro, é preciso ter conhecimento e obviamente, aplicá-lo. Boas festas.

25 de dezembro de 2009

Câmera e Cidade de Mentira

Editorial

Quando nós pensamos que já chegamos no fundo do poço, como venho demonstrando aqui para vocês, aparece toda essa violência contra os donos de imóveis contribuintes em Praia Grande. Pessoas como o Sr. Januário Lourenço que passaram a vida em outras cidades trabalhando para comprar um imóvel aqui e pagar esse IPTU exorbitante, e, quando vêm para cá para passar o Natal com sua família, o que ganham é a morte violenta e covarde. A prefeitura (agora sempre no diminutivo) pode alegar que seu papel não é o de dar segurança ao seus munícipes e a quem esteja aqui, embora tenha gasto milhões com essas câmeras, mas o que presenciamos diariamente, a violência, é o resultado da incompetência administrativa em utilizar os recursos públicos para dar qualidade de vida a quem mora nos locais mais afastados (ou não). De nada adianta (às pessoas de bem) reformar a Kennedy, alugar o Palácio das Artes, alugar prédios para lotar secretarias, escolas e ginásios, se não existe investimento na qualidade de ensino, saúde e entretenimento àqueles que estão em situação de risco social. Há dois anos venho dizendo aqui insistentemente que Praia Grande é uma cidade virtual, uma cidade de mentira, uma cidade pintada pelo marketing, mas a nossa realidade é igual a dessa câmera que não ajudou em nada para elucidar a morte do contribuinte de Praia Grande mas morador de São Bernardo, ou seja, uma câmera e uma cidade de mentira.

21 de dezembro de 2009

O Melhor Presente Pode Ser Você

video

Em se tratando de serviço público, ainda não recebemos o nosso presente de Natal da prefeitura. No meu entender, o que se espera é que a nossa cidade, no mínimo, seja um lugar onde exista condições para o ser humano nela viver. Não é o caso de Praia Grande. Ruas esburacadas e desniveladas, calçadas também esburacadas, desniveladas ou inexistentes. Falta de fiscalização para com os carros e motos que ignoram o poder municipal e andam por cima do calçadão, da ciclovia e estacionam na frente dos pontos de ônibus. Os deficientes então são os que mais sofrem pelo descaso do poder público. Se não bastasse isso, o orçamento de mais de meio bilhão de reais e feito sem a participação do povo de Praia Grande. Leis que são contra o interesse da população são votadas sem o menor pudor como o caso de aplicar bandeira dois nas temporadas para explorar os turistas. Mais uma vez eu digo aqui: é preciso criar o financiamento público de campanha e acabar com as "doações". Doação que nada tem a ver com doação pois o interesse de um que doou prevalece sobre a vontade da maioria. Hoje posso dizer que Praia Grande vive num caos existencial pois toda hora o poder público é colocado em xeque através da desobediência civil. Sim, aquele que é amigo, ajudou na campanha, tem a certeza que pode tudo e quer que a autoridade municipal se lixe, basta ver tudo que filmei sobre os carros andando sobre o calçadão. Eu faço votos que mais pessoas de bem, competentes, se interessem pela política. Há muitos aposentados em Praia Grande que lideraram grandes empresas e que poderiam ser úteis na câmara. É preciso participar. Fazer valer cada centavo que a gente paga de imposto. Até semana que vem.

14 de dezembro de 2009

Mato 1 x 0 Prefeitura de Praia Grande

video

Pior do que tomar conta de tartaruga e deixá-la fugir, só mesmo ser derrotado pelo mato. É isso que está acontecendo em vários setores da ciclovia e um destes setores é o da Ratolândia. Vejam como os ciclistas têm que se espremer para poder trafegar pela mesma. Por isso que venho pregando aqui o ser contra a avalanche de construção civil (e alugueis) por parte do poder público pois há a necessidade da conservação e manutenção e isso a Prefeitura é NOTA ZERO. Quando digo isso, isso quer dizer tudo a respeito de conservação e manutenção. O munícipe sabe muito bem dos bueiros entupidos, dos buracos nas ruas, dos córregos sujos e assoreados, bancos quebrados, muros pichados, fora a total desarmonia entre o que está em lei e o que se faz na prática: temos calçadas desumanas e péssimas para todos que têm necessidades especiais. Praia Grande não é uma cidade acolhedora, mas sim uma cidade perigosa em todos os sentidos. Por isso eu recomendo também: não comprem imóveis aqui pois você será visto como um contribuinte e não como um cidadão com direitos e obrigações. Assistam também o TV Câmara. Vejam quem são os nossos vereadores. Vejam para quem eles trabalham. Vejam por exemplo que a Prefeitura de São Paulo criou o Táxi Amigão rodando bandeira um durante toda a noite para acolher aqueles que não têm condições de dirigir por estarem embriagados, já em Praia Grande, com os vereadores aprovando uma lei do Prefeito, aprovaram bandeira dois para dia e noite, mas só na temporada, isso com o intuito de explorar os turistas, mas fica claro a hostilidade que o cidadão é tratado aqui e também a nenhuma preocupação, como a que teve o Prefeito de São Paulo, de salvar vidas e apaziguar o trânsito (que é terrível aqui também com muitas mortes).

10 de dezembro de 2009

Bloqueio da Ditador Castelo Branco

video

Alarmismo sem fundamento. Penso que não h[a necessidade de bloquear a Av. Ditador Castelo Branco em Praia Grande que criou no último final de semana muito constrangimento à população e turistas que estavam no local.

7 de dezembro de 2009

É preciso sair do palanque e trabalhar

video

É preciso ter um controle de qualidade na Prefeitura de Praia Grande. Basta mapear a cidade por setores e ir à campo a pé ou de bicicleta. É preciso se antecipar aos problemas. Fazer anotações, fotografar e criar um banco de dados só dos problemas encontrados e depois, claro, resolver os problemas é o que se espera de uma Administração inteligente. A SABESP por exemplo deixa um rastro de destruição por onde quer que passa. A Prefeitura tem que acompanhar de perto qualquer interferência da SABESP em nossa cidade. E assim que entregar a obra, mandar um engenheiro e atestar através de um relatório que o local se encontra do jeito que a SABESP encontrou e não hesitar em processar esta empresa.

Sobre a festa de Iemanjá, é preciso deixar várias caçambas para o lixo pois as latinhas de lixo da orla não servem. É preciso também proibir o sacrifício de animais nessas festas porque é maltrato aos animais e é uma prática que não combina com a Era em que vivemos. Sobre a interdição da Av. Ditador Castelo Branco, pura besteira. É preciso somente aumentar o policiamento e a fiscalização.

Vamos tentar organizar esta cidade para que somente venham turistas ordeiros. Se continuar essa anarquia, só vamos conseguir desajustados que não interessam a ninguém e muito menos a nós. Vamos aplicar um sistema não-factóide de tolerância zero de verdade. Chega de fazer oba-oba para sair nos holofotes da imprensa. Vamos trabalhar!

1 de dezembro de 2009

E os nossos direitos?

video

Será que nós brasileiros não temos os nossos direitos assegurados pelas leis? Será que o motorista só tem a obrigação de pagar o IPVA e não tem direito a andar com seu carro por ruas seguras? O que diz a Lei Orgânica de Praia Grande quanto aos deveres do prefeito? Por que no Brasil é tão difícil responsabilizar um político? O que mostro aqui é o retrato fiel do descaso que é tratado o interesse público. Eu queria saber porque há tanto dinheiro para fazer obras mas falta para a conservação dos bens públicos. O abandono deveria dar cadeia para o dirigente público pois isso faz com que tudo se desgaste mais rápido. Pagamos muitos impostos, mas se o dinheiro fosse melhor usado, poderíamos pagar menos.