23 de dezembro de 2010

Direto à Segurança não é garatido em Praia Grande

video

Infelizmente quando há muito dinheiro a prioridade não é gastar corretamente mas sim esbanjar. Mostro também neste vídeo a insegurança nas vias de Praia Grande. Motoristas são expostos a diversas armadilhas devido à burrice organizacional. Lamentável pagar uma conta de mais de 600 milhões de reais por ano para ter esse droga de serviço público.

3 comentários:

Anônimo disse...

Caros Amigos,

Embora o significado de "Direito à Segurança" no texto do Franz esteja num contexto mais específico (no trânsito), tomo a liberdade de fazer o comentário sob uma perspectiva criminal. Por volta da 2h deste dia (25/12/2010) houve o "Arrastão de Natal" na praia da Aviação em Praia Grande. Ironicamente, o arrastão ocorreu bem em frente ao "Centro Integrado de Operações Especiais". Segundo uma reportagem do site da prefeitura, essa base centraliza o comando das operações, como ocorrências, eventuais atendimentos ao público e prevenção junto a tropa. “O Centro Integrado é um ponto de referência para todos os órgãos (polícia militar, civil e a guarda municipal) envolvidos nesta tarefa. É um espaço bem equipado, confortável, com sala de reuniões, que permitirá uma agilidade maior para decisões e controle de todas as operações que estarão em curso. Segundo o delegado Del Bel Junior: “Foi feito todo um trabalho de inteligência policial com as policias Militar e Civil. Já temos mapeados alguns pontos que devemos atacar e a partir de amanhã (03/11) esses locais serão objetos de operações" Tenho minhas dúvidas quanto a eficiência dessa centro "desintegrado", já que ele fica pouco tempo aberto. Lamentável ver esse Centro fechado e três guardas municipais do lado de fora pedindo reforço e assistindo a população sendo roubada. Como sempre, as poucas viaturas da PM e da Guarda demoraram para chegar. Não adianta nada ter uma base de "desinteligência", onde coronéis, comandantes e etc só ficam no conforto do ar condicionado "tentando mapear" o crime que está bem na frente do nariz deles. Só não gravei essa cena ridícula com meu celular, para não ter o risco de ser roubado. Já tivemos um arrastão na praia do Ocian recentemente, agora na Aviação e a temporada mal começou... É complicado morar nessa cidade de impostos altos e de serviços medíocres. Com certeza o prefeito vai dizer que segurança pública não é responsabilidade do município. A prioridade (ou emergência) é abastecer as contas da TERMAQ com 100 metros de remodelação da Av. Pres. Kennedy (Maracanã) e assistir de longe (já que ele está viajando) os arrastões em Praia Grande. Saúde e Segurança Pública nunca foi prioridade por aqui, por isso estamos nesse caos. Esse nome bonito "Centro Integrado de Operações Especiais" é para inglês ver.

Anônimo disse...

Caros Amigos,

Embora o significado de "Direito à Segurança" no texto do Franz esteja num contexto mais específico (no trânsito), tomo a liberdade de fazer o comentário sob uma perspectiva criminal. Por volta da 2h deste dia (25/12/2010) houve o "Arrastão de Natal" na praia da Aviação em Praia Grande. Ironicamente, o arrastão ocorreu bem em frente ao "Centro Integrado de Operações Especiais". Segundo uma reportagem do site da prefeitura, essa base centraliza o comando das operações, como ocorrências, eventuais atendimentos ao público e prevenção junto a tropa. “O Centro Integrado é um ponto de referência para todos os órgãos (polícia militar, civil e a guarda municipal) envolvidos nesta tarefa. É um espaço bem equipado, confortável, com sala de reuniões, que permitirá uma agilidade maior para decisões e controle de todas as operações que estarão em curso. Segundo o delegado Del Bel Junior: “Foi feito todo um trabalho de inteligência policial com as policias Militar e Civil. Já temos mapeados alguns pontos que devemos atacar e a partir de amanhã (03/11) esses locais serão objetos de operações" Tenho minhas dúvidas quanto a eficiência dessa centro "desintegrado", já que ele fica pouco tempo aberto. Lamentável ver esse Centro fechado e três guardas municipais do lado de fora pedindo reforço e assistindo a população sendo roubada. Como sempre, as poucas viaturas da PM e da Guarda demoraram para chegar. Não adianta nada ter uma base de "desinteligência", onde coronéis, comandantes e etc só ficam no conforto do ar condicionado "tentando mapear" o crime que está bem na frente do nariz deles. Só não gravei essa cena ridícula com meu celular, para não ter o risco de ser roubado. Já tivemos um arrastão na praia do Ocian recentemente, agora na Aviação e a temporada mal começou... Triste morar nessa cidade de impostos altos e de serviços medíocres. Com certeza o prefeito vai dizer que segurança pública não é responsabilidade do município. A prioridade (ou emergência) é abastecer as contas da TERMAQ com 100 metros de remodelação da Av. Pres. Kennedy (Maracanã) e assistir de longe (já que ele está viajando) os arrastões em Praia Grande. Saúde e Segurança Pública nunca foi prioridade por aqui, por isso estamos nesse caos. Esse nome bonito "Centro Integrado de Operações Especiais" é para inglês ver.

Anônimo disse...

É Franz, esta administração está cada vez pior, esta é a herança deixada pelo ditador ALBERTO PEREIRA MOURÃO, algumas pessoas o idolatram como "O CARA", dizem que Praia Grande era outra cidade antes da administração Mourão, só que as pessoas não se lembram que quem fez a base da cidade é o enttão esquecido DOZINHO, que com poucos recursos e receita baixa, pois na administração Dozinho o IPTU era cobrado somente seis parcelas e com um valor bem mais baixo que os cobrados após o seu vice prefeito (Mourão na epoca) ter participado do novo cálculo do nosso IPTU que resultou neste valor absurdo, que ele mesmo Mourão usou em campanha política, falando que se ele ganhasse a eleição abaixaria o valor do IPTU, baixou??? Estamos esperando até hoje. E para ferrar mais ainda o povo de Praia Grande, manipularam para que o Mourão assumisse uma cadeira de Deputado, você sabe por que né? DEle tem que ter imunidade parlamentar, pois você se lembra que ele está como "REU" no caso do desvio de dinheiro público do BNDS. Ele deve estar rindo a toa como fala a letra da musica do Fala mansa.