22 de agosto de 2009

Doadores da Campanha do Vereador Francisco Rodrigues Bonito Neto

Chiquinho do Restaurante Caiçara é do PPS, este partido é conhecido como antigo Partidão, ou seja, o Partido Comunista. Para quem conhece a história desse partido, sabe que Chiquinho nada tem a ver com comunismo. Chiquinho gastou para se eleger vereador, segundo Tribunal Superior Eleitoral, a soma de R$ 135.421,88 fruto de doações, inclusive do prefeito eleito, o que na minha opinião essa doação é uma promiscuidade. Vou postar aqui por entendo que é importante que todos saibam quem doou dinheiro para sua campanha e entenda como esse vereador vota quando há questão de interesse de seus doadores.

A fonte desses valores é o Tribunal Superior Eleitoral.
http://www.tse.jus.br/internet/eleicoes/prestacaoContasFinal.htm

Alzirina Eliana De Abreu - R$ 1.500,00 - Ameriza Luis Andrade Moura - R$ 1.500,00 - Ameriza Luis Andrade Moura - R$ 332,64 - Ana Silvia Moreira Franco - R$ 1.500,00 - Angelica Maria Dos Santos - R$ 2.250,00 - Antonio Pio Neto - R$ 620,00 - Bruno Agostinho Berton - R$ 332,64 - Caio Fernando B. De Oliveira - R$ 332,64 - Carlos Eduardo Sandy - R$ 332,64 - Carmen Silvia Lima De Souza - R$ 332,64 - Carolina Rodrigues - R$ 397,00 - Carolina Souza Da Silva Pereira - R$ 2.000,00 - Charles Da Cruz Toledo - R$ 907,00 - Cinthia Domingues Ramos - R$ 332,64 - Claudia Cristina Souza Silva De Carvalho - R$ 332,64 - Claudio Maria Nogueira De Souza - R$ 2.550,00 - Denys Dos Santos Fonseca - R$ 5.000,00 - Eduardo Poli Castilho - R$ 4.000,00 - Eduardo Poli Castilho - R$ 4.000,00 - Elaine Gomes De Souza - R$ 332,64 - Expedito Cavalcante Da Silva - R$ 3.800,00 - Francisco Rodrigues Bonito Neto - R$ 5.000,00 - Gabriel Soares Barbosa Celes - R$ 476,28 - Gessica Freitas Pedrosa Silva - R$ 332,64 - Ieda Leoncio Teixeira - R$ 332,64 - Ireni Aparecida Dos Santos - R$ 5.000,00 - Ivete Da Conceiçao Adao - R$ 332,64 - Janaina Souza Pereira Costa - R$ 332,64 - Janaina Souza Pereira Costa - R$ 425,00 - Jaqueline Moreira Luiz - R$ 332,64 - Jaqueline Silva Marcos - R$ 332,64 - Joaquim Aparecido Sanches - R$ 2.500,00 - Jorge Augusto Da Silva Leandro - R$ 2.550,00 - Juliana Cristina Dias - R$ 332,64 - Kerlley Durval Vieira - R$ 2.500,00 - Kerlley Durval Vieira - R$ 340,00 - Luana Malledo De Souza - R$ 332,64 - Luciana Leal - R$ 900,00 - Lucimara Oliveira Da Silva - R$ 476,28 - Luiz Fernando P. Franco - R$ 332,64 - Luiz Paulo Da Silva Cavalheiro - R$ 2.550,00 - Marcelsa Souza Pereira - R$ 1.000,00 - Marcelus Conde Machado - R$ 4.800,00 - Marcely Stephany Jardim Ambrosio - R$ 332,64 - Marcio Maria Soares - R$ 332,64 - Marcos Roberto De Macedo - R$ 4.000,00 - Maria Angelia Solé - R$ 332,64 - Maria Dos Santos - R$ 332,64 - Maria Lucia De A Bernasconi - R$ 4.000,00 - Maria Silvanete Da Silva - R$ 332,64 - Mariana Cristina Dos Santos - R$ 332,68 - Mariane Do Carmo Rodrigues E Silva - R$ 3.000,00 - Marilia Lopes Da Silva - R$ 332,64 - Marlon Robson Damazio - R$ 332,64 - Marylaine Dos Anjos Barros - R$ 332,64 - Mauricio Luiz Barbosa - R$ 189,00 - Michelle De Souza Nogueira - R$ 332,64 - Oscar De Abreu Almeida - R$ 189,00 - Paula Beatriz F. Dantas - R$ 332,64 - Paulino Praxedes De Souza Neto - R$ 189,00 - Poline Felicia Da Costa - R$ 332,64 - Rafael Henrique Rodrigues - R$ 2.000,00 - Restaurante E Pizzaria Caiçara Ltda-Me - R$ 20.000,00 - Ricardo Rodrigues Ribeiro - R$ 476,28 - Ricardo Rodrigues Ribeiro - R$ 1.000,00 - Roberta Ferreira Sales Conde - R$ 2.700,00 - Roberto Francisco Dos Santos - R$ 300,00 - Roberto Francisco Dos Santos - R$ 240,00 - Roberto Francisco Dos Santos - R$ 232,90 - Roberto Francisco Dos Santos - R$ 900,00 - Roberto Francisco Dos Santos - R$ 312,00 - Roberto Francisco Dos Santos - R$ 2.123,70 - Roberto Francisco Dos Santos - R$ 240,00 - Rosana Ramos Godoy - R$ 332,64 - Rosangela Conceiçao Santana - R$ 332,64 - Sandy Noya Cardoso - R$ 332,64 - Sergio Ricardo Bonito - R$ 10.000,00 - Sergio Ricardo Bonito - R$ 1.386,00 - Severino Da Silva Pedroza - R$ 2.550,00 - Sidinei Barbosa Da Penha - R$ 4.000,00 - Sidney Roberto Bonito - R$ 5.000,00 - Sonia Regina De Oliveira C. Pinto - R$ 332,64 - Valmor Santiago Rodrigues - R$ 210,00 - Valmor Santiago Rodrigues - R$ 332,64 - Wagner Lucas Rodrigues De Macedo - R$ 332,64.

5 comentários:

Julio Cesar disse...

Assim como no post sobre um outro vereador, que você considerou muito pouco o valor de doação que o então candidato Cunha ofereceu, como forma de comparação com as doações do atual prefeito, este doou mais, mas se doasse menos não importaria, é pra ver como as coisas são: ambos estão errados, até porque o Cunha que doou menos também doou, e por isso, os dois estão errados. Foi por isso que eu disse num outro post: estamos entre a cruz e a espada, infelizmente, um fala do outro e os dois podem dar as mãos, pois são idênticos. São até compadres.rsrs.
Cabe a cada um de nós observar se os doadores de campanha, seja pra quem for, serão "beneficiados" de alguma forma pela prefeitura, porque se forem, nós temos que gritar e impedir.

Abraços
Julio Cesar

Thiago disse...

Não tem muito a ver com o tema da postagem, mas acho interessante dividir essa informação que, creio eu, muitas pessoas ainda não tenham conhecimento:
O "Estadão" divulgou matéria demonstrando, por meio de dados do IBGE, que a baixada é a região que mais cresce no nosso estado e que nossa cidade é a que mais cresce no país,(proporcionalmente, claro), ganhando mais de 56 mil novos moradores apenas de 2000 até 2009. O jornal também informa que grande parte dessa onda de migração é proveniente da própria região da baixada santista e de cidades do interior.
Levando esse número em conta, a gente pode concluir que nossa cidade não está tão mal quanto poderia estar ja que, com um crescimento tão alarmante, os investimentos públicos têm de ser gigantescos para dar conta do recado. Por outro lado, os desafios para a prefeitura nos próximos anos serão gigantescos, as demandas por saúde, educação e segurança cada vez maiores, por isso eu penso que a prefeitura tem, de uma vez por todas, que começar a se articular melhor com deputados, senadores, governador e demais representantes, para que se exija investimentos estaduais e federais aqui na cidade.
Ouvi um deputado aqui da região falar, super feliz, que Praia Grande é a maior perspectiva de futuro do litoral. Pode ser, torço muito para que seja,afinal, não só moro, como amo essa cidade, mas faltou ao deputado dizer o que ele e os governos, incluindo prefeitura, estão fazendo para lidar com esse impacto. A meu ver, muito pouco.
Um exemplo clássico que pouca gente nota é a nova sede da Petrobrás em Santos. Pode parecer besteira, mas não é. Santos ja é uma cidade com alto índice de desenvolvimento, e sua população fixa vem encolhendo a cada ano, ou seja, cada vez mais a cidade será uma ilha de desenvolvimento, então, o que explica a Petrobrás erguer tres mega torres que gerarâo, segundo perspectivas, mais de 7000 empregos diretos, na cidade, e não em outros municípios mais dependentes de investimentos, como é o caso daqui de PG por exemplo? É uma concentração de investimentos desavergonhada, e ai, depois, prefeitos e deputados aparecem na tv com suas "caras" deslavadas para defenderem a "região metropolitana da baixada santista" que, apesar do nome elegante, é só mais um factóide político.
A prefeitura tem que usar esses dados oficiais de crescimento como forma de estabelecer as cobranças aos governos estadual e federal por mais investimentos, e deixar de ser "acanhada". Até porque, se não o fizerem, o crescimento que Praia Grande teve nos últimos anos, e sua considerável melhora em (alguns) seviços públicos, vão se tornar pó, e teremos uma cidade favelizada e totalmente dependente do poder público.
Praia Grande precisa de investimentos públicos e principalmente privados, não para agora, mas para ontem.

Acorda prefeitura, acordem deputados estaduais e federais que nos representam, antes que seja tarde.

Abraços aos amigos que lêem e comentam o blog.

Thiago

Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria disse...

Pois é, Thiago...
Posso afirmar categoricamente que mesmo antes da "crise econômica" acontecer e que serve de desculpa para os políticos , já se sabia que havia uma evasão dos geradores de emprego. Faltou incentivo a essas empresas promovendo a redução do IPTU e ISS,etc, mas não. A partir daí houve a falência em massa, pois sabe-se muito bem que quando um carrega o outro, todos ficam amparados. O desiquilíbrio foi tanto, que para voltarmos onde estavamos levará no mínimo uns 15 anos ( chute de quem não entende de economia ). É muito tempo, principalmente para quem está entrando no mercado de trabalho agora.
O mais lamentável, é o pouco caso com que os políticos lidaram com esses dados, inclusive, promoveram neste novo plano diretor a desaceleração do crescimento, pois não previram no anterior a infraestrutura ( em todos os sentidos ) necessária.
Sabe-se que a cidade vive do turismo: se voce não o atrai, não há investimentos em favor dele e consequentemente toda a cidade vai parar. Se ele é atraído, é preciso oferecer todas as condições a ele a começar pela disponibilidade de moradia, daí aparecem as construtoras que são ( eram ) os maiores empregadores daqui e em consequencia disso todo o comércio gerado a seu favor.
...e claro, que não sou só eu a saber disso...
...e não é por que trabalho na área e sofri na pele, é por que não há e não haverá por muito tempo outro gerador de empregos nesta cidade que não a construção civil.
Bem vindos todos os turistas!!!!

Anônimo disse...

Como é que o Chiquinho do Caiçara doa R$ 5.000,00 pra sua campanha se o pobre coitado só tem um patrimônio de R$ 32.000,00 que é um carro? Ah, já sei, o coitado deve ter vendido o carro pra poder doar os cinco mil reais pra campanha.
Pessoal, vamos fazer uma listinha e arrecadar uma grana pro pobrezinho comprar outro carro kkkkk.
Praia Grande devia mudar seu nome pra Cidade dos Ladrões.