15 de julho de 2008

A Vergonha Continua

Conforme os leitores vêm acompanhando essa luta inglória para que se pare de jogar água salobra no bueiro e que se desentupa o bueiro da próxima esquina pois a água que é jogada pela construtora está saindo e emporcalhando a Av. Castelo Branco e a Av. Nossa Senhora de Fátima na Vila Caiçara.

O pior é que depois de dois meses de água correndo sob o asfalto, o mesmo está sofrendo erosão e sua superfície está se rachando e abrindo buracos. Agora vejam mais fotos do caos na Vila Caiçara.



Quem agora vai pagar pelo dano ao patrimônio público? Quem é que vai lá asfaltar? Há dois meses a rua da praia está assim molhada, suja, e agora esburacada. Haja IPTU para pagar essas mazelas.

Conheça tudo que já saiu sobre esse problema:

Vila Caiçara, Um Inferno
Tudo como dantes no quartel de Abrantes
Vídeo do Problema na Vila Caiçara

6 comentários:

• Freak Doll! xD disse...

Pois é.. outro dia eu e minha mãe passamos por aí, e eu até perguntei se tinha chovido (pouca ignorância né).

Mas enfim.. tem um ponto de ônibus na av. Castelo Branco q me fez ter vontade de tirar foto também: já é o 3° ou 4° q colocam na calçada, pois os outros haviam 'sumido'...

o mercado de peixes ficou pronto, já viu?

Até.
Ana

Franz Josef Hildinger disse...

Olá Ana,
É tanta água na rua da praia, a Castelo Branco, que atinge vários quarteirões e dá mesmo a impressão que choveu naquele local. Quarta-feira passei pelo local e percebe outro problema que é com a ciclovia. Como tem muita água na pista, os carros passam e jogam água na ciclovia e no calçadão. Com o asfalto que esfarela com a chuva, provavelmente a ciclovia vai começar a rachar também.

Você tem o meu e-mail e se quiser tirar fotos e bolar o texto, eu coloco a sua reportagem aqui. Eu queria ter um monte de colaboradores aqui espiando outros bairros além daqueles da orla que passo com minha bicicleta.

Você conhece o programa CQC da Bandeirantes? Lá tem um quadro chamado proteste e escrevi para eles. Quem sabe eles se interesse pelos problemas na nossa cidade?

Eu vi o mercado de peixes. Aquela peixaria, salvo engano, custou um milhão e duzentos mil reais. É bonita, mas fica aquela história. O dinheiro é curto e a cidade tem prioridades. Ao invés de desentupir bueiros, tapar buracos, conservar calçadas, playgrounds, etc., preferiram gastar nisso. Na comunidade Praia Grande, tudo acontece escrevi sobre violência na Praia Grande o seguinte:

Eu sou morador daqui e há uma "epidemia" de assalto, violência, assassinatos, fora também o problema que estão aí na mídia sobre o dinheiro público.

Todo ano novo, todo carnaval é gente sendo morta aqui em Praia Grande por motivos banais.

Por isso que venho dizendo aqui. Se esse piscinão do Mourão, esses ginásios, se o palácio das artes, fossem tirar bandido da rua, como diz a Administração, ótimo, mas o tiro saiu pela culatra. O problema da violência é muito maior e precisa de Ciência para serem resolvidos.

A Prefeitura conta com um orçamento de mais de 500 milhões de reais. Boa parte dessa grana vai para a cosntrução civil e gasto com pessoal, ou seja, salário dos funcionários, que tem uma parcela que não é concursada.

Eu não consigo acreditar que um filho gerado por uma mãe de 16 anos vai dar em boa coisa. Portanto, é preciso focar na assistência social.

Se pegarmos a receita, e distribuir as dotações orçamentárias priorizando o munícipe, eu tenho certeza absoluta que o problema social diminuiria.

Minha idéia: criar condições para que todos possam arrumar emprego e sair das ruas através da reciclagem, melhoria na educação, criação de colégios municipais que atendam o ensino médio. Não ficar só na grade do MEC, a escola municipal de Praia Grande pode acrescentar mais disciplinas.

Do jeito que está, construindo tudo isso que falei acima, só ajuda os empresários, os construtores, e beneficia a exploração imobiliária que vê seus terrenos baldios sendo valorizados pelas obras da prefeitura.

Até mais e continue me escrevendo.

Eliseo Bondezan disse...

Gostariamos de parabeniza-lo por seu serviço, e gostariamos de ajuda-lo de alguma forma, embora pareça que você está sempre à frente.
Temos apartamento na Caiçara, mas está difícil ficar lá, pois há esgotos e mau cheiro por todo lado.

Franz Josef Hildinger disse...

Olá Eliseo,

O que sempre peço ao pessoal que passa pelo Blog é que denuncie o que encontra de errado. Denuncie para mim que eu faço o resto. Percebo que as pessoas vão achando normal todas essas aberrações que venho mostrando e não reclamam. Nós não somos obrigados a conviver com tudo isso. Uma das desculpas que o governo dá é que o problema não é dele como por exemplo os buracos da SABESP. Ora, como não é dele? Agora o povo tem que saber se um buraco é municipal, estadual, federal ou de uma empresa? A prefeitura tem que aprender a chamar a responsabilidade para si e defender a população. Precisa saber utilizar seus procuradores em prol da população. É preciso brigar pelo povo. É frustrante para o contribuinte ver que paga altos impostos para um governo que gasta esses recursos em obras que não visa a atender a coletividade mas sim criar fatos para aparecer na mídia e aumentar a exposição dos políticos locais. A Vila Caiçara seria um bairro maravilhoso se não fosse pelo o abandono do governo municipal.

Vocês que são "investidores" pois investiram recursos em Praia Grande para o seu laser e de sua família, não percebem o porquê da violência em Praia Grande. Vocês pagam enormes quantias de dinheiro para a Prefeitura, vide IPTU, mas não acompanham onde esse dinheiro é investido. O dinheiro está indo para a construção civil como o Palácio das Artes (prédio de um ex-material de construção), Cartódromo, Sambódromo, Mercado do Peixe (peixaria), Piscinão, etc. A população local recebe pouco, o desemprego é grande, a educação, a reciclagem, o investimento na assistência social é baixa, e com isso temos todos os ingredientes para uma cidade se transformar no inferno com delinqüentes por todos os lados. Praia Grande atualmente é uma cidade que vive atrás de uma máscara, ou melhor, de aparência.

Seria importante que vocês, investidores não se deixassem levar pelos factóides da administração. A imprensa local também deixa a desejar haja vista que publicam comunicados oficiais da Prefeitura e por isso ganham dinheiro e portanto possuem rabo prezo com essa gente. A melhor informação é aquela que através dos nossos olhos podemos ver. Se percebemos que há problemas em nossas ruas, há problemas de criminalidade, há problemas de má conservação dos bens públicos, nós temos que pensar e chegar numa conclusão e não se deixar influenciar pelas obras que também, se refletirmos, entenderemos que para o bem-estar da população e investidores é quase zero.
Abraços,

aripg disse...

É Franz, a sorte está lançada, será que vamos ter voz para combater tanta podridão, se depender de mim pode contar ( não sou político ). Você sabe qual é a nova bandeira agora para os candidatos à administração futura?, independente de quem seja eleito, ou os eleitores acham que votando no vice, os cargos de confiança serão mudados, ou quem votar no assessor de gabinete, haverá mudanças? que nada, o "negocio" é construir um belo aeroporto durante os quatro anos...ai deve pagar as despesas tão honerozas de uma campanha política ( BNDS ajuda ), seja ela vencedora para qualquer um dos mais cotados....
Fotos e evidencia de descaso do dinheiro público, acredito que não cria a vergonha na cara destes administradores. o importante é divulgar este BLOG..e é desta forma que vou atuar.....

Carlos Roberto disse...

Eu nunca mais volto a curtir férias na praia grande.
Nunca vi tanto bandidos por metro quadrado...UMA VERGONHA TOTAL.
Eu e minha familia estamos excluindo este local dos nossos passeios....