26 de novembro de 2008

Incompetence Tour

Desculpem-me pelo estrangeirismo, mas é tão óbvio que a tradução é dispensável. O que seria Praia Grande sem os factóides para sair na imprensa? Palácio, cartódromo, sambódromo, piscina coberta, botica (peixaria) de peixes, pista de aeromodelismo, etc. tudo aparece na imprensa. O que não aparece é o sofrimento diário da população e dos turistas em Praia Grande.

Como todos sabem, Praia Grande está cheia de crateras. Cheguei até a escrever que a própria cidade está afundando e cada dia que passa mais me convenço disso. Mas estava falando do Incompetence Tour e como a cidade tem vocação turística, fica essa idéia de mostrar ao povo, ao turista o que não se deve ser feito numa cidade para não afastar investidores em potencial (vide compradores de imóveis).

Para quem quer conhecer a incompetência de forma explícita, eu sugiro que conheçam o quadrilátero da barbaridade que fica na Vila Tupi. Começa na rua Presidente Sarmiento, passa pela Acaris, segue pela Timbiras até a Av. Dr. Roberto de Almeida Vinhas (chamam-na de Marginal). Se você conseguiu finalizar esse rally sem nenhum dano em seu carro, bicicleta ou em seu salto, você pode ir até a delegacia e fechar o quadrado caminhando até a Av. Castelo Branco.

O vergonhoso dessa história que ninguém faz nada. Vocês podem ver que o mato está crescendo dentro dos buracos. Isso está do mesmo jeito há anos. Perguntei para alguns zeladores nesses locais e disseram que foi a SABESP. Mas o povo quer saber se essas centenas de buracos são federais, estaduais, municipais ou da SABESP? E quando chove, esses buracos ficam cheios d´água e o motorista que não tem o mapa "dos campos minados", acaba levando prejuízo.


Como sugestão faça o que eu faço. Toda vez que um buraco desses me prejudica, eu digo - Maldito seja o Prefeito (dizer o nome) ou também - Maldito seja o Vereador (dizer o nome). Isso funciona e faz você lembrar o nome deles para não votar sempre nos mesmos políticos a cada eleição.

2 comentários:

rafão disse...

eoaoea... Vou usar essa dica dos "nomes do caos" :p

c!ran disse...

Também sofremos com isso aqui em Maceió - Alagoas :D

falei de longii hein?!
uhhuahuhu

Visitei aqui por causa dum post em
Mitinguis

gosteii da ideia do blog... interessante!
Shall o/

P.S: gostei da terceira fotinha do post, eh legal a grama saindo do asfalto, quase poético :o